Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vecchi mantém Seleção aberta à Iziane, mas vê postura de Érika como exemplo

Companheira de Iziane no Atlanta Dream, Érika resolveu priorizar a Seleção Brasileira e disputará o Pré-Olímpico de Neiva. Antes de embarcar para a Colômbia na manhã desta sexta-feira, o técnico Ênio Vecchi evitou criticar Iziane por seu pedido de dispensa, mas citou a atitude da pivô como exemplo.

‘A classificação para a Olimpíada tem uma dimensão enorme para o país. A postura da Érika é um exemplo para todos os atletas, inclusive do masculino. É um exemplo de patriotismo, de compromisso e de saber que foi no Brasil que ela teve a grande oportunidade da vida. Não podemos esquecer jamais as nossas raízes’, afirmou Vecchi.

Iziane ficou afastada da Seleção desde que se desentendeu com Paulo Bassul por se recusar a entrar em quadra no Pré-Olímpico de 2008. Indicada por Carlos Nunes, presidente da Confederação Brasileira de Basquete (CBB), para comandar o setor feminino, Hortência dispensou o treinador e reconduziu a jogadora à seleção.

De acordo com Hortência, Érika manifestou o desejo de disputar o Pré-Olímpico desde o início. Responsável por negociar a presença da dupla da WNBA, a ex-jogadora esperou uma decisão de Iziane até o último momento. Como seu contrato com o Atlanta Dream está no final e ela pretende seguir na equipe, a ala preteriu a Seleção Brasileira.

‘Nós respeitamos as decisões de todas as jogadoras. A Iziane tem as razões dela, é uma situação diferente do caso da Érika, apesar de elas jogarem no mesmo time. Cada uma tem que tomar a sua decisão. Se em uma determinada situação a jogadora não tem condições de se dedicar à Seleção, acho importante falar’, afirmou Vecchi.

Ao mesmo tempo que me pediu dispensa, Iziane se disse disposta a participar dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, uma vez que a temporada da WNBA já estará encerrada. Desta forma, Ênio Vecchi conta com a ala para o campeonato no México.

‘Não tem problema nenhum. Conto com ela para os Jogos Pan-Americanos e também para as outras competições no futuro. Independente de qualquer coisa, reconhecemos as justificativas dela. Com a Iziane em boas condições técnicas, esperamos sempre contar com ela’, afirmou.

No masculino, Nenê (Denver Nuggets) e Leandrinho (Toronto Raptors) também recusaram o chamado de Ruben Magnano para atuar no Pré-Olímpico de Mar del Plata. Após a conquista da vaga, até Carlos Nunes, presidente da CBB, se disse contrário à presença dos atletas em Londres-2012.

Por enquanto, Vecchi não se preocupa com uma possível polêmica do mesmo gênero em torno de Iziane. ‘O mais importante agora é focar a vaga e deixar esses problemas para trás. Agora, não adianta. Vamos poder começar a pensar nisso só mais para a frente’, encerrou o treinador.