Clique e assine com 88% de desconto

Uruguai bate o Peru com dificuldades e assume a liderança provisória

Por Da Redação - 10 jun 2012, 17h37

O Uruguai parecia caminhar tranquilamente para mais uma vitória nas eliminatórias sul-americanas, mas uma grande reação da seleção peruana complicou a vida da Celeste neste domingo. Após passar um grande sufoco no segundo tempo de jogo, a equipe conseguiu o triunfo por 4 a 2 graças a um gol de Rodríguez e assumiu a liderança provisória.

Os uruguaios começaram melhor em campo e conseguiram abrir vantagem no marcador já aos 15 minutos do primeiro tempo. Forlán cobrou escanteio pela direita e Coates cabeceou em direção ao gol. Oportunista, Suárez apareceu bem e completou para o fundo das redes.

O gol embalou a seleção na partida e lançou o time todo ao ataque. O domínio celeste poderia ter acarretado no segundo se não fosse a boa participação de Penny. Cavani chutou firme e exigiu grande intervenção do arqueiro peruano.

No entanto, o camisa 01 do Peru não conseguiu corresponder da mesma forma aos 29 minutos de jogo. Em chute forte de Suárez, o arqueiro deu rebote e Maximiliano Pereira aproveitou a sobra para concluir.

Publicidade

Com a dianteira estabelecida no marcador, o Uruguai passou a administrar o resultado já no primeiro tempo, mas um gol contra mudou o ritmo do confronto. Após cruzamento de Yotún pela esquerda, Godín tentou afastar o perigo e mandou contra o próprio patrimônio aos 39 da primeira etapa.

O tento anotado ainda nos 45 minutos iniciais empolgou o Peru e trouxe ao time uma nova postura durante o segundo tempo. Diante da apatia uruguaia, a equipe tratou de buscar a virada já no início da etapa complementar e conseguiu a igualdade aos três de jogo. Paolo Guerrero chutou de dentro da área e superou Muslera para deixar tudo igual no estádio Centenário.

Nervoso, o Uruguai passou a buscar a dianteira de todas as formas possíveis e contou com o apoio do torcedor para retomar a vantagem dentro de casa. Aos 17 minutos, Cristian Rodríguez subiu mais alto que a zaga e testou firme para recolocar a Celeste na frente. O gol acalmou os ânimos do time comandado por Oscar Tabárez e conseguiu estabelecer o equilíbrio entre os times.

Embora chances esporádicas tenham ditado o ritmo do confronto, o gol que definiu o placar saiu apenas no último minuto da partida. Sebastián Eguren aproveitou o passe dentro da área e fuzilou em direção ao gol adversário, sem chances de defesa para o arqueiro peruano.

Publicidade

A vitória deixou a equipe com 12 pontos nas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2014. O time ultrapassou o Chile nos critérios de desempate e assumiu a liderança provisória, uma vez que a Argentina esteve nos Estados Unidos disputando um amistoso com a Seleção Brasileira e não entrou em campo para complementar a sexta rodada. O Peru, por sua vez, foi ultrapassado pelas demais equipes do continente e passou a ocupar a lanterna, com apenas três pontos.

Publicidade