Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Uefa investiga torcidas de Espanha e Rússia por racismo

Equipes podem receber punições financeiras, se confirmadas as acusações

A Uefa (União das Federações Europeias de Futebol) abriu nesta terça-feira processos disciplinares contra as federações de futebol de Espanha e Rússia por abusos raciais de seus torcedores durante a Eurocopa. As acusações estão relacionadas com as informações de que espanhóis imitaram sons de macacos para o atacante Mario Balotelli, da Itália, e que russos insultaram lateral Theodor Gebre Selassie, da República Checa – ambos os jogadores são negros.

Leia também:

Leia também: Rússia promete combater racismo antes da Copa de 2018

De acordo com a Uefa, os processos foram abertos pela “conduta inadequada de seus torcedores (comportamento racista, cânticos racistas)”. A entidade responsável pela organização do futebol europeu indicou que seu comitê disciplinar analisará os casos na quinta-feira. Espanha e Rússia devem receber punições financeiras, se confirmadas as acusações. A federação russa já foi multada em 185.000 euros pelo comportamento dos seus torcedores durante a fase de grupos da Eurocopa. A Uefa ameaçou tirar seis pontos da seleção russa nas Eliminatórias da Eurocopa de 2016 se novos incidentes acontecessem. (Com Agência Estado)