Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Toque da discórdia: Cristiano Ronaldo diz que gol é dele, mas sensor nega

Chip instalado na bola da Adidas aponta que não houve toque do astro português após cruzamento de Bruno Fernandes, o autor do tento

Por Da redação
Atualizado em 29 nov 2022, 14h00 - Publicado em 29 nov 2022, 14h00

Cristiano Ronaldo não balançou as redes no triunfo por 2 a 0 de Portugal sobre Uruguai, na segunda-feira, 28, pela segunda rodada da Copa do Mundo do Catar. Ao menos é o que diz a súmula da partida, com base em uma ferramenta de alta tecnologia. O camisa 7, porém, discorda, e segundo um jornalista espanhol, o caso ainda pode ser revisto.

Nesta terça, 29, o site britânico The Athletic informou que a Connected Ball Technology, tecnologia instalada nas bolas da Adidas usadas no Mundial, provou-se que o verdadeiro autor do gol foi mesmo Bruno Fernandes, que fez o cruzamento que acabou virando chute.

“Na partida entre Portugal e Uruguai, usando a Connected Ball Technology colocada na Al Rihla, bola oficial da Adidas, fomos capazes de mostrar que definitivamente não houve nenhum contato de Cristiano Ronaldo na bola no gol de abertura do jogo. Nenhuma força externa na bola pôde ser medida, conforme mostrado pela falta de um “batimento” em nossas medições. O sensor IMU de 500Hz dentro da bola nos permite ser altamente precisos em nossa análise”, afirmou a fornecedora alemã em nota publicada pelo jornal inglês, que também divulgou uma imagem dessa análise.

Portugal's forward #07 Cristiano Ronaldo (L) heads the ball to score his team's first goal during the Qatar 2022 World Cup Group H football match between Portugal and Uruguay at the Lusail Stadium in Lusail, north of Doha on November 28, 2022. - FIFA later attributed the goal to Portugal's midfielder #08 Bruno Fernandes. (Photo by Kirill KUDRYAVTSEV / AFP)
Fifa ainda analisa e aguarda para se pronunciar oficialmente sobre autoria do gol – Kirill Kudryavtsev/AFP (Flickr/Divulgação)

Desenvolvida pela Adidas em parceria com a Fifa, a tecnologia permite a detecção de qualquer toque na bola por meio de um sistema semiautomático com 500 medições por segundo, que são diretamente enviadas para a cabine do VAR, que por sua vez toma a decisão em relação ao posicionamento dos jogadores no momento de cada jogada.

Continua após a publicidade
A general view of an official match ball on the pitch ahead of the FIFA World Cup Group D match at Al Janoub Stadium, Al Wakrah. Picture date: Tuesday November 22, 2022. (Photo by Mike Egerton/PA Images via Getty Images)
Bola oficial da Copa do Mundo de 2022 – Mike Egerton/Getty Images ()

Apesar da polêmica e da já constatação em relação ao verdadeiro autor do gol, a Fifa ainda não se pronunciou oficialmente sobre o ocorrido. No pós jogo, Cristiano Ronaldo chegou a dizer que tocou na bola. Ele teria mandado uma mensagem ao jornalista britânico Piers Morgan, para quem deu a bombástica entrevista que culminou em sua saída do Manchester United, dizendo que o gol era seu.

Para botar mais lenha na fogueira, um jornalista espanhol, Edu Aguirre, do programa de TV Chiringuito, informou que a federação portuguesa está em contato com a Fifa para enviar provas de que o gol seria de seu capitão. Segundo a imprensa lusitana, porém, a informação não procede. O astro português do futsal Ricardinho, eleito diversas vezes o melhor do mundo da modalidade, comentou a notícia. “Não quero acreditar que seja verdade isto. Eu acredito que para o Ronaldo seja mais importante vencer o jogo e qualificar que estar agora a reclamar um gol no Mundial.”

Continua após a publicidade

O craque português, porém, comemorou bastante o que supostamente seria seu nono gol em uma Copa do Mundo e o que o faria igualar o recorde português do lendário Eusébio. Cristiano é dono da artilharia entre as seleções nacionais, com 117 gols marcados até o momento. O próximo compromisso de Portugal no Catar está marcado para esta sexta-feira, 2, contra a Coreia do Sul, às 12h (de Brasília).

 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.