Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tite quer sufocar Emelec com superioridade técnica, física e mental

Tite não quer dar a mínima chance ao Emelec no jogo de volta das oitavas de final da Libertadores, nesta quarta-feira. Além de incentivar que seus jogadores pressionem a saída de bola equatoriana no Pacaembu, o treinador quer que seu time seja superior em absolutamente todos os aspectos para avançar.

‘A equipe vai ter que jogar melhor que o adversário, ser mais equilibrada emocionalmente e mais forte em termos físicos’, resumiu o comandante, acreditando que seguir essa receita vacinará o Timão até contra uma nova arbitragem duvidosa, como a do colombiano José Buitrago, na ida. ‘A equipe madura deve estar preparada para qualquer situação. Nem pensamos mais naquele jogo’. O Alvinegro tem obrigação de atacar, já que só a vitória interessa. Um novo empate por 0 a 0 levará a decisão para os pênaltis, enquanto uma igualdade com gols beneficiará os equatorianos.

‘É buscar o resultado desde o início, fazer valer o fator casa e buscar a vitória que nos interessa de forma consciente. A equipe já está trabalhada por jogos decisivos, foi campeã brasileira disputando as últimas sete partidas com necessidade do placar, ouvindo o resultado do Vasco. Já tem o lastro’, ensinou Tite, buscando manter ao lado também o torcedor que lotará o Estádio Municipal.

‘O torcedor é o maior motivo do clube, do nosso trabalho. Temos que compreender sempre a emoção que ele tem e trazê-lo dentro do campo com a energia que ele tem. Pedir para o corintiano nos ajudar seria redundância minha. Ele vai apoiar muito, principalmente nos momentos difíceis. O nosso futebol vai trazer o torcedor para dentro do jogo’, concluiu.