Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sem definição por Danilo, Porto ameaça denunciar Santos à Fifa nesta 3

A situação do lateral direito Danilo ainda não está definida. Contratado pelo Porto na metade do ano passado, o jogador se apresentou no início deste ano ao time português e já treina ao lado dos seus novos companheiros. Porém, sem a liberação do Santos, Danilo não pode ser inscrito pelos Dragões. Irritados, os lusitanos prometem denunciar o Peixe à Fifa nesta terça-feira, caso a documentação que autoriza a transferência do ala direito não seja emitida nas próximas 24 horas.

Se a liberação não ocorrer, o Porto deve pedir à entidade que rege o esporte no mundo a autorização para a confirmação da inscrição de Danilo, além de uma indenização. O clube português entende que a diretoria santista não cumpriu o acordo previsto em contrato, alegando que o CIT (Certificado Internacional de Transferência) deveria ter acontecido no último dia 31 de dezembro.

O imbróglio sobre a liberação de Danilo começou devido a um atraso da equipe lusitana no pagamento das parcelas da transação envolvendo o lateral esquerdo Alex Sandro. Recentemente, o Porto quitou a dívida e recebeu a promessa de que Danilo, comprado à vista, seria liberado.

No entanto, o presidente Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro sustenta a sua posição com base na cláusula do contrato de venda do atleta, que previa a permanência de Danilo na Vila Belmiro até o meio deste ano, caso o Alvinegro Praiano não vencesse o Mundial de Clubes da Fifa, no Japão, como de fato aconteceu.

‘Vamos resolver nesses próximos dias. O contrato de venda possui uma cláusula que garante ao Santos o direito de manter o Danilo até junho, se fôssemos derrotamos no Mundial, como fomos. Por outro lado, nós também entendemos que o jogador tem todo o direito de ficar por lá. Eu poderia já ter mandado a documentação, mas o Porto não vem tendo um comportamento exemplar conosco. Quero analisar algumas coisas e tomar uma decisão em cima do relatório dos fatos. Espero falar com o Porto em breve para chegarmos a um acordo’, contou Luis Álvaro, em entrevista à Rádio Estadão/ESPN.

Os portugueses se defendem argumentando que Danilo só poderia ficar por mais seis meses no Santos caso o jogador fosse registrado no Porto e, depois, repassado ao time brasileiro. Além disso, o Peixe teria de chegar a um acordo salarial com o lateral.

Por outro lado, os santistas confirmaram interesse no ala direito Fucile, ligado aos Dragões. Segundo Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, uma possível negociação envolvendo o lateral uruguaio poderá vingar se a cúpula alvinegra chegar a um consenso com o Porto sobre Danilo.

‘Temos interesse (no Fucile). Vamos ver o que pode ser feito nessa conversa decisiva em relação a liberação do Danilo que teremos com o Porto. Se acertamos os ponteiros com os portugueses, voltarmos a falar a mesma língua, quem sabe o Fucile não possa fazer parte desse negócio?’, encerrou o mandatário.