Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ronaldo reconhece que dia do adeus está perto

Atacante admite dificuldades para voltar a jogar pelo Corinthians

É bom o torcedor se preparar. O adeus do atacante Ronaldo está mais próximo do que se imagina. Pode até ser no dia 29, se ele conseguir entrar em campo contra o Vitória, pelo Campeonato Brasileiro, ou, no máximo, até o final do ano. Quem diz isso é o próprio jogador. Em entrevista para a TV Globo, o maior artilheiro em Copas do Mundo disse que não vai marcar uma data para o anúncio da aposentadoria, mas reconheceu que está difícil driblar as contusões, e perder os quilos a mais.

“Não quero projetar o fim. Vai ser uma vez só que eu vou falar, porque vou sofrer menos. Não quero marcar uma data para encerrar a carreira. Eu quero chegar e depois de um jogo falar: deu para mim. Isso pode acontecer na próxima partida, mas vou me esforçar para que até o fim do ano esse sacrifício seja uma recompensa para o torcedor. Ele merece todo meu esforço”, disse.

Antes de se machucar no dia 9 de maio, Ronaldo imaginava defender o Corinthians até o final de 2011. Porém, já se passaram 101 dias e, diante da silhueta do jogador nas últimas aparições que fez, fica difícil imaginá-lo em campo de novo. O objetivo é voltar contra o Vitória, mas Ronaldo não sabe que isso será possível. “Não podemos iludir o torcedor. Eu tenho que voltar a jogar quando estiver bem. Uma vez em campo, serei cobrado como grande jogador que sempre fui. É preciso ir com calma, agora tenho que perder um pouco de peso e adquirir ritmo de jogo, inclusive nos treinamentos. A briga é com a balança, com as dores que tenho. Preciso emagrecer um pouquinho e voltar com tudo”.

O jogador garante que fará o máximo para terminar a temporada fazendo gols pelo Corinthians, e não esconde a tristeza pelo fim próximo. “Não está doendo, está dando uma tristezazinha. Vivi a vida toda dentro do futebol, e está chegando cada vez mais perto o fim da carreira. Mas vamos fazer um último sacrifício para terminar o ano bem e decidir depois se continuo no ano que vem”, falou.