Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Projeto milionário de Luxemburgo em time chinês chega ao fim

O treinador foi demitido do Tianjin Quanjian, time da segunda divisão do país asiático. A multa rescisória é de 27 milhões de reais

Vanderlei Luxemburgo não resistiu à derrota do Tianjin Quanjian na última sexta-feira e foi demitido. A multa rescisória no contrato do técnico é de cerca de 27 milhões de reais, valor que deve ser negociado nos próximos dias. O time chinês, que está em oitavo lugar na segunda divisão do campeonato do país, acumula sete jogos sem vencer.

Leia também:

Vanderlei Luxemburgo vai trabalhar no exterior. Na segunda divisão da China

Luxemburgo: ‘China não é barco furado, é transatlântico’

Luxemburgo foi contratado em agosto de 2015 para fazer parte do ambicioso e milionário projeto do time para subir para a primeira divisão. Ele contratou os brasileiros Luis Fabiano, Jadson e Geuvânio, mas não conseguiu desenvolver um bom futebol.

A relação de Luxemburgo com os dirigentes do Tianjin Quanjian não era boa. Recentemente, a comissão técnica formada por doze brasileiros foi reduzida pela metade. Os três jogadores contratados pelo comandante, a princípio, não estão em risco. Luis Fabiano, inclusive, é o artilheiro do campeonato, com oito gols.

(Com Gazeta Press)