Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Para-atletas marcam presença na 22 Corrida Dez Milhas Garoto

Por Da Redação 18 jul 2011, 13h31

A 22edição da Corrida Dez Milhas Garoto contará com a presença especial de 18 para-atletas em Vitória (ES). É a primeira vez que os atletas da Associação Capixaba Paraolímpica de Desporte (ACPD) irão participar do pelotão dos deficientes da prova, com percurso de 16.090 km, que será realizada no dia 7 de agosto.

O pelotão, que vai ter o maior número de para-atletas da história da Dez Milhas, vai contar com atletas de 18 a 44 anos divididos em quatro classes: deficiência visual, mental, física e paralisia cerebral. Além da ACPD, estarão presentes atletas do Instituto Luiz Braile, da Apae de Vitória, da Unicep de Vila Velha e da Laces, de Vitória. Durante a corrida, eles representarão as entidades que atendem às pessoas com necessidades especiais.

A largada dos atletas com deficiência visual será apenas após a saída do pelotão dos cadeirantes, uma vez que é um dos mais rápidos das Dez Milhas. Desta forma, os deficientes visuais poderão participar da prova de forma mais segura. Além disso, contarão com apoio da corda guia e, a cada oito quilômetros, trocarão de atleta guia.

A corrida Garotada também terá participação de para-atletas. Trata-se de uma menina de 12 anos, com paralisia cerebral, e um menino de 14, com deficiência visual. Os dois também estão treinando para fazer bonito na corrida.

A largada será no dia 7 de agosto e o pelotão sairá da Praia de Camburi, em Vitória (ES), e terá chegada em frente à fábrica da Chocolates Garoto, em Vila Velha.

Continua após a publicidade
Publicidade