Clique e assine a partir de 9,90/mês

Mesmo classificado na Sul-americana, Caio Júnior critica calendário brasileiro

Por Da Redação - 24 ago 2011, 18h18

O técnico Caio Júnior conseguiu classificar o time do Botafogo para a segunda fase da Copa Sul-americana com duas vitórias sobre o Atlético-MG mas, mesmo assim, não está satisfeito com a ‘condição desumana’ a que os jogadores de futebol estão expostos.

Isso porque, depois de vencer o Galo, a equipe já precisa pensar no clássico diante do Fluminense, no próximo sábado, às 18 horas (de Brasília), no Engenhão, válido pela última rodada do primeiro turno do Brasileirão.

A disputa simultânea das competições não agrada nada ao treinador do Glorioso. ‘O que mais ficou evidente foi o desgaste. No geral, foi uma boa partida contra o Atlético, quem perde é o público e vocês (repórteres), com jogos de três em três dias. É desumano exigir o alto nível que gostaríamos de ver’, disparou.

Na quinta posição do Campeonato Brasileiro, o treinador ainda não sabe quem escalar diante do Fluminense na tentativa de chegar ao G-4 da competição: ‘Na minha cabeça eu tenho a equipe. Mas depende muito de jogo para jogo, quem vai estar inteiro. No caso do Everton, ele ainda não vai estar à disposição para sábado. O Caio nós já poderemos contar e passa e ser mais uma boa opção’.

Continua após a publicidade

A boa notícia fica por conta do provável retorno do atacante Loco Abreu, que se recuperou de uma lesão na perna direita e treinou normalmente nesta quarta-feira.

Publicidade