Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Marin reforça ‘cobrança forte’ sobre Mano na seleção

O presidente da CBF, José Maria Marin, reforçou nesta quinta-feira a sua postura de cobrar o técnico Mano Menezes na seleção brasileira. Embora garanta que o treinador tem todo o respaldo para dar continuidade ao seu trabalho, Marin deixou claro que os resultados terão de aparecer a partir da Olimpíada, em Londres, em busca de uma inédita medalha de ouro. Marin já havia dito que não há garantia de que Mano siga na seleção até a Copa de 2014, mas não manifestou cobrança de forma efusiva como nesta quinta pela manhã, em entrevista para a Rádio Bandeirantes.

Leia também:

– A dois anos da Copa em casa, a seleção não é nem ‘top 5

“O Mano tem todos os requisitos para se apresentar como realmente deve ser um técnico da seleção. Ele tem passado brilhante, com títulos, e tem uma personalidade muito forte. Ele merece todo o nosso respeito, toda a nossa confiança. Em qualquer equipe do Brasil, o que segura técnico são os resultados.”

Marin disse que vai cobrar de forma “dura” estes resultados a partir da Olimpíada. Para ele, o Brasil sempre deve entrar em campo com o que tem de melhor. “Não vou intervir na convocação, não vou intervir na escalação de qualquer seleção, delego com muita responsabilidade para poder cobrar de maneira eficiente e muito dura. Temos de levar para a Olimpíada a melhor seleção.”

E não descarta uma eventual troca. “A única coisa que garanto a vocês é o que eu já garanti ao Mano. Se algum dia tiver de tomar alguma atitude, ele será o primeiro a tomar conhecimento, jamais será pela imprensa. Espero não aconteça, espero que eles nos conduza a grandes vitórias, não só em 2014, mas a começar na Olimpíada. Uma seleção quando entra em campo não pode servir de laboratório. Temos de apresentar o que há de melhor.”

(Com Agência Estado)