Clique e assine com 88% de desconto

Maratona aquática masculina de Londres-12 não terá brasileiros

Por Da Redação - 10 jun 2012, 19h57

A delegação brasileira nos Jogos Olímpicos de Londres não vai contar com participantes para a maratona aquática masculina dos 10km. Neste domingo, Allan do Carmo e Lucas Kanieski disputaram a Maratona Aquática de Setúbal, em Portugal, última seletiva olímpica, e não conseguiram a classificação para as Olimpíadas.

Allan encerrou sua participação em 19 , com o tempo de 1h46min38s, enquanto que Lucas fechou na 33colocação, marcando 1h49min08s5. Quem venceu a prova foi o tunisiano Ousama Mellouli (1h45min18s5), campeão olímpico e mundial nos 1500m livre. O canadense Richard Weinberger fechou em segundo, com 1h45min30s2. Quem completou o pódio foi o búlgaro Petar Stoychev, que cravou a marca de 1h45min30s2. Em quarto ainda veio o italiano Valerio Cleri, com o tempo de 1h45min36s8.

Os nove melhores maratonistas aquáticos garantiram a vaga em Londres, com mais cinco nadadores representando cada um dos continentes: Yuri Kudinov, do Cazaquistão, ficou com a vaga asiática, o venezuelano Erwin Maldonado, com a das Américas, Caaba Gercsak, da Bulgária, vai representar a Europa, Kane Radford, da Nova Zelândia, é o dono da vaga da Oceania, e Mazen Aziz, do Egito, é o representante africano.

A definição das vagas na maratona aquática teve seu início em julho de 2011, no Mundial de Esportes Aquáticos disputado em Xangai. Os dez primeiros classificados na prova dos 10km garantiram a participação de forma automática. No feminino, Poliana Okimoto conseguiu o direito de disputar os Jogos, com o sexto lugar.

Publicidade

Como já havia assegurado uma vaga em Xangai, o Brasil não pode escrever nenhuma mulher para o Pré-olímpico de Setúbal. No masculino, Allan e Lucas foram inscritos. Como a Federação Internacional de Natação (FINA) colocou o limite de 25 atletas por prova, as últimas 15 estavam em jogo em Portugal.

Publicidade