Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Luiz Eduardo é aposta do Tricolor por simplicidade, mas não está confirmado

Por Da Redação 14 fev 2012, 16h05

A expulsão de João Filipe no clássico Majestoso de domingo após entrada dura em Jorge Henrique, do Corinthians, reabriu a lacuna na lateral direita do São Paulo. Sem poder contar com o paraguaio Piris, que se recupera de uma contratura na coxa direita, Luiz Eduardo foi testado, mas ainda não está confirmado para quinta-feira, quando o Tricolor duela contra o Paulista, no Morumbi.

Após descartar Piris no treinamento desta terça, no CT da Barra Funda, o técnico Emerson Leão garantiu plena confiança no zagueiro revelado na base do Tricolor, mas não assegurou a escalação. Na próxima atividade, é possível que o comandante opte por outra improvisação, como Rodrigo Caio, que já mostrou entusiasmo para brigar pela vaga.’O que precisa fazer com um atleta improvisado? Eu sei que o Luiz Eduardo, o João Filipe também, são marcadores, então roubem a bola do adversário e metam no velocista. Sejam assistentes. Entrando como zagueiro, ele faz a cobertura. Ele é zagueiro, o atacante fica de costas para ele, então é vantajoso’, comentou Emerson Leão, já orientando Luiz Eduardo para a possível participação na oitava rodada do Campeonato Paulista.

Luiz Eduardo é ambidestro e já jogou na lateral esquerda durante a ‘Era Carpegiani’, no ano passado. Agora, será improvisado na direita, posição em que ele garante já ter atuado nas categorias de base e também em uma partida do Paulistão de 2011, contra o São Caetano. ‘Ele jogou nas duas posições e é uma extrema necessidade que temos. O objetivo é simplificar dentro de campo, mas não está definido’, disse Leão.

Escondendo o jogo, o técnico prefere não fazer a lição de casa de Sérgio Baresi, comandante do Paulista de Jundiaí, mas a provável escalação do São Paulo é a seguinte: Dênis; Luiz Eduardo, Paulo Miranda, Rhodolfo e Cortez; Denílson, Casemiro, Cícero e Jadson; Lucas e Willian José.

Continua após a publicidade

Publicidade