Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Hortência afirma ter ‘planos A e B’ para substituir Vecchi

Responsável pela gerência da Seleção Brasileira feminina de basquete, a ex-jogadora Hortência Marcari reconhece que já pensa em substitutos para o técnico Enio Vecchi, que não terá o contrato renovado. Ainda assim, a ordem é manter o mistério.

‘Temos os planos A e B, mas não podemos falar em nomes. Temos de esperar o acerto financeiro e jurídico. Por isso, em breve vamos falar do nome do novo técnico’, disse a dirigente, através de um comunicado pela CBB (Confederação Brasileira de Basquete).

Hortência Marcari insinuou que asaída de Vecchi não foi definida na base da emoção. ‘Temos um planejamento do ciclo olímpico e temos metas para serem cumpridas. Hoje tudo é profissional na CBB e temos que agir profissionalmente’.

Enio Vecchi deixa a Seleção Brasileira após um grande desempenho no Pré-olímpico – com a conquista do título e a vaga para Londres-2012 – e um resultado decepcionante nos Jogos Pan-americanos, a derrota nas semifinais e a medalha de bronze.

‘Tudo foi analisado. A boa campanha do Pré-olímpico e a nossa participação no Pan-americano. Agora temos que pensar em Olimpíadas e isso vai ser muito importante para o basquete brasileiro. Vamos buscar a melhor opção para a Seleção dentro das condições da CBB’, prometeu Hortência.

Por fim, a representante da CBB informa que ainda existe a perspectiva de trocas nas categorias de base do Brasil.’Queremos o melhor para as Seleções. E não haverá mudança apenas no adulto. Outras Seleções também podem sofrer mudanças, desde que a diretoria entenda assim’, encerrou Hortência.