Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

França perde para Suécia, mas se classifica para as quartas da Euro

Por Da Redação - 19 jun 2012, 17h48

A Suécia venceu a França por 2 a 0 nesta terça, em Kiev, na Ucrânia, pela última rodada da fase de grupo da Eurocopa. Mesmo assim, os franceses se classificaram para as quartas de final, como vice-líder do Drupo D, e enfrentam a Espanha na próxima fase da competição. Os suecos, por sua vez, apesar da vitória, já estavam eliminados do torneio.

O jogo – As melhores chances de ambas as equipes no primeiro tempo saíram logo no começo da partida. Aos oito minutos, a zaga da Suécia foi mal pelo alto, e a bola sobrou para Ribery. O meia do Bayern chutou em cima do goleiro, que saiu bem das traves. Menos de dois minutos depois, foi a vez da Suécia assustar os adversários. Em disputa também pelo alto, Méxes foi mal, e Toivonen quase abriu o placar. O atacante sueco chutou rasteiro, na trave.

A partir daí, a França teve mais posse de bola pelos 45 minutos iniciais, mas esbarrava na própria falta de criatividade e na marcação adversária. As melhores chances saíam em chutes de Benzema, em bolas paradas e na movimentação de Ribery.

Na segunda etapa, o técnico da Suécia, Erik Hamrén, colocou Wilhemsson no lugar de Bajamri. Logo aos oito minutos do segundo tempo, Ibrahimovic recebeu um belo passe da direita, e, de voleio, mandou um petardo no gol, abrindo o placar para a Suécia. Após o gol, os suecos melhoraram na partida e criaram duas grandes chances de gol na sequência, ambas com Wilhemson. Em uma delas, Lloris foi obrigado a fazer uma defesa espetacular.

Publicidade

Já a França continuava com dificuldades para criar e dependia da vontade individual de Benzema, isolado no ataque. Curiosamente, o primeiro cartão amarelo do confronto só foi sair aos 22 minutos da etapa final, para Mexes. O zagueiro francês já havia tomado outros dois cartões nas duas primeiras rodas e perdeu a chance de jogar as quartas de final da Euro.

Ambos os técnicos ainda realizaram substituições em suas equipes, mas quem se deu melhor, novamente, foi a Suécia. Após boa jogada pela direita, a bola bateu no travessão. Larsson pegou o rebote e ampliou para os suecos, garantindo a vitória. No fim, as duas torcidas saíram com um sentimento de que poderiam ter feito mais na primeira fase da Euro: a França perdeu a invencibilidade de 23 jogos e a primeira posição do grupo, e a Suécia não foi para a próxima etapa do torneio.

Publicidade