Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Flamengo quer vitória para diminuir pressão e ter paz

Por Leonardo Maia

Rio – Trata-se apenas da segunda rodada do Campeonato Brasileiro, mas a partida contra o Internacional, neste sábado, às 18h30, no Engenhão, tem grande importância para o Flamengo. Os bastidores continuam em ebulição, a pressão sobre o técnico Joel Santana é intensa e as críticas a Ronaldinho Gaúcho não cessam. Depois do empate na estreia, contra o Sport, só a vitória sobre os gaúchos é capaz de gerar um pouco de paz na Gávea.

Como boa notícia e motivo para o torcedor se aventurar a ir ao estádio, a estreia de Ibson. Ele foi regularizado e assume o papel de cérebro do meio de campo, mesmo sendo um segundo volante de formação. “Acham que o Ibson é igual ao Airton, não é isso. É um criador”, argumentou o técnico Joel Santana, que vai armar o time com quatro volantes.

A ressalva a se fazer, porém, é que três deles têm bom passe e se apresentam na frente para criar e complementar as jogadas. Airton será o cão de guarda da zaga, mas Luiz Antônio, Kleberson e Ibson terão liberdade para avançar.

No último sábado, contra os pernambucanos, Ronaldinho Gaúcho criou desconforto com o treinador ao elogiar a formação com Deivid no ataque e o mesmo fez Vágner Love nos últimos dias. Mas Joel Santana mantém a predileção por homens de mais pegada no meio de campo. De toda forma, o centroavante prevê uma melhor apresentação do time. “Treinamos bastante, mas perdemos ritmo de jogo. Vamos dar o que falar e chegar longe no campeonato”, disse o otimista atacante.