Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Fla quer dar espaço à base após ‘turbulência’ com Ronaldinho

Por Da Redação 7 jun 2012, 00h52

Ronaldinho Gaúcho estava no Estádio Independência, em Belo Horizonte, acompanhando o empate do Atlético-MG com o Bahia, mas ainda era assunto no Flamengo, que jogava com a Ponte Preta em Campinas. Sem entrar em polêmica com o jogador, o técnico Joel Santana se mostrou aliviado com a saída do craque.

‘No Flamengo as coisas não são fáceis. Depois dessa turbulência que eu e os profissionais do clube vivemos nos últimos meses, esperamos respirar um pouquinho’, desabafou.

Ao contrário de seu antecessor Vanderlei Luxemburgo, Joel Santana não teve nenhum atrito enquanto Ronaldinho esteve no Flamengo, mas não conseguiu impedir que o jogador continuasse a cometer atos de indisciplina, como faltas a treinamentos ou não se apresentar para viagem. O casamento acabou na quinta-feira, quando o craque entrou na Justiça com pedido de rescisão por atraso salarial.O planejamento agora é dar mais espaço para as categorias de base. ‘Temos que dar uma boa atenção a isso. Alguns meninos já mostraram para a gente que têm condição de serem titulares, mas primeiro temos que formar um grupo. Esses rapazes criados e feitos no Flamengo vão ter oportunidades’, garantiu.

Para Joel, é mais fácil para um atleta da base entender as cobranças de representar o Flamengo. ‘Eles precisam entender o que é ser profissional de um time desse porte. Queremos formar uma equipe que mostre para o torcedor, independentemente de resultado, que sempre vai lutar e ter garra’.

Continua após a publicidade
Publicidade