Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dueto assegura nado sincronizado brasileiro em Londres

Por AE

Londres – Lara Teixeira e Nayara Figueira garantiram nesta sexta-feira a participação delas no dueto do nado sincronizado nos Jogos Olímpicos de Londres. A vaga veio no Pré-Olímpico, que está sendo realizado na capital inglesa. A dupla terminou o torneio no nono lugar, dentro do grupo das 19 que carimbaram o passaporte na competição.

“Cumprimos nossa missão por aqui. Nadamos super bem e conseguimos a vaga. O Pré-Olímpico foi ótimo para testarmos nossos ânimos com o Centro Aquático e termos a primeira impressão de como serão os Jogos”, comemorou Lara Teixeira.

Nesta sexta-feira, Lara e Nayara apresentaram a coreografia “O corpo” na rotina livre e obtiveram a nota 87.930, melhor até do que a que receberam na rotina técnica, apresentada na quarta-feira passada, na qual elas obtiveram 87.700 pontos.

Mais uma vez, a nota foi superior à que elas obtiveram no Mundial de Xangai, no ano passado, quando elas receberam 87.400 na fase preliminar e 86.000 na final, terminando no 12.º lugar. Em Londres, serão 24 duetos competindo e a meta das brasileiras será avançar à final. Para isso, mais uma vez terão que ficar entre as 12 primeiras.

“Estamos mega felizes com o resultado. Foi uma semana de desafios para a gente e estamos certas de que isso só nos fortaleceu. Queremos agradecer muito a torcida de todos no Brasil. Agora é Londres na cabeça”, comentou Nayara.

Ela também falou sobre a primeira impressão que teve do Centro Aquático, que recebeu o Pré-Olímpico e também sediará a Olimpíada. “Está tudo em obra ao redor, mas tivemos uma ótima impressão de como ficarão as coisas por aqui. A piscina está muito legal e já pudemos ver a Vila Olímpica que fica logo em frente ao parque”, comentou Nayara.

O Brasil também participa do Pré-Olímpico no nado sincronizado por equipes, mas a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) deixa claro que a classificação olímpica é utopia. Isso porque apenas três vagas estão em jogo em Londres e o torneio conta com as principais forças da modalidade (a Grã-Bretanha, dona da casa, “roubou” a vaga da Europa). O conjunto brasileiro encerrou a rotina técnica, na quinta-feira, no nono lugar.