Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Dorival não vê Inter favorito e chama a atenção para ‘superação humana’

Por Da Redação 19 fev 2012, 07h39

Embalado com a boa campanha que fez na Taça Piratini, equivalente ao primeiro turno do Campeonato Gaúcho, o Internacional ganhou status de favorito no clássico contra o Grêmio, que será disputado nas quartas de final da competição. No entanto, o técnico Dorival Júnior se mostrou incomodado com a alcunha que foi designada ao seu time e pediu para que seus jogadores não entrem no clima de festa da torcida gaúcha.

Adepto do discurso de que tudo pode acontecer em um clássico, o comandante colorado chamou a atenção de seu elenco para um ponto forte do time gremista. Segundo Dorival Júnior, a superação dos atletas adversários dentro de campo é suficiente para anular qualquer favoritismo de sua equipe, uma vez que qualquer deslize ao longo da partida poderá comprometer o resultado e dar a vitória ao seu adversário.

‘Para quem olha de fora, o favoritismo é do Inter, por ter uma base montada. Ninguem fecha os olhos para isso. Mas, em clássico, as situações se igualam e inexiste o favoritismo. A superação do ser humano extrapola, é maior do que tudo. Imagine isso para uma equipe que vem mordida’, explicou o treinador, que ainda minimizou a irregular campanha de seu arquirrival na primeira fase do Estadual.

‘Quem vai a campo passa a ter uma reação que não teve ao longo de um campeonato. O bom e o mau momento são apagados quando o juiz apita. Você busca forças onde não tem e a reação em campo é transformada em resultado. Tudo pode acontecer. Teremos um jogo tão ou mais equilibrado do que em clássicos com os dois em situações iguais’, completou.

No útlimo sábado, o Internacional entrou em campo com um time reserva e não teve dificuldades para vencer o Pelotas, no Beira-Rio. Enquanto isso, o Grêmio não conseguiu impor seu ritmo de jogo e acabou sendo superado pelo São José, fora de casa. O resultado acabou colocando as duas equipes frente a frente na competição, em um duelo que será disputado na próxima quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), no próprio Beira-Rio.

Continua após a publicidade
Publicidade