Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Contraste cultural: a imagem que está rodando o mundo

Doaa Elghobashy e Nada Meawad formaram a primeira dupla do Egito a disputar uma Olimpíada no vôlei de praia

A imagem de uma egípcia e uma alemã disputando uma bola no vôlei de praia está rodando o mundo pelas redes sociais – graças ao contraste cultural. Enquanto a alemã Kira Walkenhorst, de 26 anos, veste um biquíni, do outro lado da rede está Doaa Elghobashy, atleta de 19 anos que usa hijab (espécie de véu sobre a cabeça) e calça leg em respeito à sua religião. Capturada por Lucy Nicholson, da agência de notícias Reuters, a fotografia também registra um feito inédito: essa foi a primeira vez que uma dupla do Egito disputou uma Olimpíada na modalidade.

Leia também:
O que ver hoje: regatas de vela e vôlei feminino
Equipe feminina da ginástica garante vaga na final

Nada Meawad, companheira de Elghobashy, também entrou em campo com o corpo coberto, mas explicou que não competiu usando o hijab, pois segue uma linha religiosa diferente. O véu, segundo o islã, serve para preservar a privacidade e os princípios da mulher. Questionada após o jogo, Elghobashy disse que o hijab em nada atrapalha seu desempenho nas competições. Elghobashy e Meawad perderam de 2 sets a zero para as alemãs Walkenhorst e Laura Ludwig, mas seguem disputando contra a Itália na próxima terça-feira e Canadá, na quinta.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Thiago Moser

    Lembrei da Conferência Municipal de Saúde do Município de Rodeio em 2015 quando a então representante do Conselho Nacional dos Direitos das Crianças e Adolescentes, Maristela Cizeski (ligada a Pastoral da Criança em Blumenau), que passou boa parte do tempo defendendo criminoso menor de idade, abriu sua apresentação generalizando a opressão que é ser mulher muçulmana, aderindo ao fato das vestimentas. Seria interessante ela repetir toda aquela concepção à luz de uma fotografia dessas e tentar explicá-la para mais pessoas com o mesmo viés anterior e ver no que ia dar!

    Curtir

  2. Rosemay Fenselau

    Bons tempos aqueles, quando ler uma reportagem da Veja era quase uma aula de gramática e ortografia. Ninguém mais revisa texto por aí? … hijab (espécie de véu sob a cabeça)??? Calça “leg”??? Nem li o resto.

    Curtir

  3. Adão Ferreira Dos Santos

    O COI deveria proibir isso, pois os jogos devem ser neutros tanto em relação à política quanto à religião.

    Curtir

  4. Aloizio Barros de Souza

    Vamos por favor respeitar os costumes de cada povo, de cada religião. Por isso o mundo sofre com ataques terroristas, pois essa tentativa de impor as coisas, acaba por gerar discórdias.

    Curtir

  5. wilson silva

    O revisor de texto da Veja foi demitido. Só isso explica “véu SOB a cabeça”, calça LEG… mais um pouco e vamos ler vlw flw. Gastar meu dindin suado pra ler coisas mal-escritas não é brinquedo…

    Curtir

  6. Micky Oliver

    Pqp! É assim que elas vão à praia? Existe muita futilidade do Ocidente, é claro, mas tem coisas que o fanatismo religioso consegue se superar!

    Curtir

  7. Alberto de Freitas

    Esta imagem, o facto em si, foi possível no Rio. Seria possível com um governo islâmico?

    Curtir

  8. adson miranda de almeida

    PODEM TER CERTEZA QUE O CALOR ESTÁ INSUPORTÁVEL NESTA PRAIA

    Curtir