Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chega ao fim sonho olímpico de Ian Thorpe

Cinco vezes campeão olímpico, o nadador australiano Ian Thorpe perdeu a última chance de participar dos Jogos Olímpicos de Londres-2012, ao fracassar em se classificar para as semifinais dos 100 metros nado livre em uma prova seletiva australiana disputada neste domingo (hora local, noite de sábado no Brasil), em Adelaide.

Thorpe, que precisava terminar entre os 16 mais rápidos para se classificar às semifinais, fez o 21º melhor tempo da prova, com 50,35 segundos, atrás do campeão mundial James Magnussen, com 48,26 segundos.

O campeão olímpico só disputou duas modalidades nas seletivas. Na sexta-feira ele não conseguiu se classificar para a final dos 200 metros nado livre.

Para manter acesa a última esperança de nadar nas piscinas londrinas, ele precisaria terminar entre os 6 primeiros nos 100 metros livre, mas apesar de vencer sua bateria, seu tempo estava quase 0,2 segundo atrás dos 16 mais rápidos para que pudesse avançar às semifinais, na noite de domingo.

“‘Thorpey’ sempre foi alguém que eu admirei como nadador, por isso é perturbador para ele e o restante de nós sente sua dor”, disse Magnussen.

“Seria maravilhoso tê-lo em Londres, é decepcionante que ele não vá estar lá e tudo o que eu posso fazer é focar na minha competição”, acrescentou.

Trata-se de um golpe duro para Thorpe, que lançou seu retorno à natação competitiva 14 meses atrás, depois de cinco anos afastado do esporte.

Aos 29 anos Thorpe, que conquistou um total de cinco medalhas de ouro nas Olimpíadas de Sydney-2000 e Atenas-2004, tem suado para nadar próximo dos tempos que ele tinha em seu auge, mas colecionou uma série de resultados frustrantes desde seu retorno às piscinas.

O nadador, que ganhou o apelido de “torpedo” reinou nas piscinas entre 1998 e 2004, colecionando nove medalhas olímpicas, 11 títulos mundiais e 13 recordes mundiais.

Mais cedo, Thorpe prometeu o foco em sua volta, apesar de o sonho de nadar nas Olimpíadas de Londres ter virado um pesadelo durante as seletivas.

“É o que pretendo. Eu gosto do que estou fazendo. Gosto de voltar a treinar, gosto de dar meu melhor na piscina e continuarei nadando até que eu sinta que não consigo dar mais nada de mim”, declarou Thorpe após o revés da sexta-feira.