Clique e assine a partir de 8,90/mês

Capitão da La U quer anular Riquelme

Por Da Redação - 20 jun 2012, 18h48

José Manuel Rojas, zagueiro e capitão da Universidad do Chile, sabe do potencial do meia do Boca Juniors, Juan Román Riquelme. Mesmo não anotando nenhum gol ou assistência no jogo da última quinta-feira, quando o Boca bateu a La U por 2 a 0, Riquelme ainda é a maior preocupação dos chilenos para o jogo de volta, que ocorre nesta quinta, em Santiago.

Rojas acredita que a La U não pode ceder nenhum espaço ao camisa 10 xeneize, caso contrário, sofrerá graves consequências.

‘Se a gente der 30 centímetros para o Riquelme, ele mete um passe desconcertante e mata a defesa. É um jogador diferenciado’, afirmou o capitão.

O zagueiro comentou sobre a enorme dificuldade que a La U terá para reverter o resultado do jogo de ida.

‘Teremos que fazer uma partida perfeita para conseguirmos a classificação. O time do Boca é muito forte e tradicional no orneio.’, disse.

Rojas também disse que o clube vai ter que superar a derrota por 2 a 0, sofrida para o arqui-rival Colo-Colo, no último fim de semana.

‘Temos que nos levantar e continuar acreditando uns nos outros. Chegamos até aqui, porque houve um sacríficio, que não pode desmoronar por causa de duas partidas’, finalizou.

A Universidad do Chile enfrenta o Boca Juniors, nesta quinta-feira, às 21h15 (horário de Brasília), em Santiago, pelas semifinais da Copa Libertadores da América. Os chilenos precisam reverter uma desvantagem de dois gols para avançarem à semi-final da competição.

Continua após a publicidade
Publicidade