Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Campeão, Borges celebra interesse do Verdão, mas quer ficar no Peixe

Na exaltada entrevista que concedeu após a vitória sobre o Paraná, na classificação do Palmeiras para as quartas de final da Copa do Brasil, o técnico Luiz Felipe Scolari, em meio às críticas contra a diretoria alviverde, revelou que pediu a contratação do atacante Borges, do Santos.

Mesmo reserva de Alan Kardec, o jogador teve sua saída vetada pelo técnico Muricy Ramalho, que conhece o jogador desde os tempos de São Paulo. Campeão paulista com o Peixe pela segunda vez consecutiva, Borges minimizou o fato de não ser titular do Alvinegro Praiano e, mesmo feliz com o interesse do pentacampeão mundial, avisou que seguirá no Santos.

‘Fico feliz pelo reconhecimento do meu trabalho. Confesso que fiquei surpreendido, principalmente com o que o Felipão disse, mas não fui procurado por nenhum dos clubes e não é por não ser titular que vou querer sair. Em meu contrato não está escrito que preciso jogar, tenho apenas que honrar meus compromissos, e estou fazendo isso, sem desanimar’, disse o jogador, em entrevista à ‘Rádio Estadão/ESPN’.

Destaque do time de Muricy na última temporada, quando chegou a ser convocado pelo técnico Mano Menezes, para a Seleção Brasileira, Borges ainda não conseguiu o mesmo destaque em 2012, e, com isso, perdeu a vaga entre os 11 da equipe santista. Tranquilo com o fato, o centroavante prefere exaltar a possibilidade de conquistar títulos no Alvinegro.

‘Conquistar títulos é o que marca a carreira de um atleta. É uma situação nova, porque fiz uma grande temporada ano passado, mas um grupo é o que ganha campeonatos e o Muricy deixou isso claro. Todos são importantes, e temos que continuar trabalhando para ajudar o Santos. Respeito muito o Alan Kardec, como todos no elenco’, acrescentou.

Após a conquista do Paulistão diante do Guarani, domingo, no Morumbi, o Santos agora volta suas atenções para a Libertadores, competição na qual também defende o título. Nesta quinta, o clube enfrenta o Vélez, na Argentina, no primeiro confronto das quartas de final do torneio. Para repetir a conquista do ano passado, Borges sintetizou: ‘agora que a fase do mata-mata começa, o importante é estar todos bem’.