Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Bekele comemora e diz que controlou São Silvestre

Por Da Redação 1 jan 2012, 10h42

Por AE

São Paulo – A primeira participação de Tariku Bekele na Corrida Internacional de São Silvestre foi inesquecível para o atleta etíope. No sábado, ele superou a forte chuva que atingiu a cidade de São Paulo e venceu com segurança a tradicional prova com o tempo de 43min35. Ele teve o domínio da corrida desde o início, se desgarrou do pelotão no quilômetro sete, e comemorou muito o seu triunfo.

“Consegui controlar bem a prova com um ritmo forte a partir do sexto quilômetro. Fui confiante mesmo com a chuva. Minha experiência em provas mais rápidas é devido aos treinos fortes para o Campeonato Mundial Indoor em pista, sempre mais veloz que os de rua”, disse.

Até a vitória na São Silvestre, Tariku Bekele era mais conhecido no Brasil por ser o irmão de Kenesisa Bekele, campeão olímpico e recordista mundial dos 5 mil e dos 10 mil metros. O etíope revelou que o irmão é uma inspiração. “Meu irmão é meu herói. Nós treinamos juntos na Etiópia. Acredito que ele esteja bastante feliz com meu resultado, que vai motivar ambos para 2012”, indicou.

Vice-campeão, o queniano Mark Korir ficou satisfeito com o seu desempenho na São Silvestre. “Consegui um ritmo forte, o suficiente para alcançar o pódio nessa corrida tão forte”, afirmou.

RUMO AO BI – Vencedora da prova feminina da São Silvestre, a queniana Priscah Jeptoo, que marcou o tempo de 48min48, já pensa em 2012, quando promete buscar o bicampeonato em São Paulo. “Estou muito contente, já que a São Silvestre é uma das provas mais importantes do mundo. Ano que vem quero voltar e ganhar o bi, mas espero com menos chuvas, já que nunca peguei tanta água”, disse.

Jeptoo fez uma disputa acirrada com Yime Wude Ayalew, que foi dez segundos mais lenta. Ela lamentou não ter repetido a conquista de 2008 e avaliou que a chuva afetou o seu desempenho. “Foi equilibrado do começo ao fim e a chuva tornou a corrida ainda mais difícil. Não foi dessa vez, mas estou contente com a prata”.

Continua após a publicidade
Publicidade