Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Barcos admite favoritismo, mas avisa que camisa não ganha jogo

O Palmeiras precisa apenas de um empate diante do Paraná para se classificar para as quartas de final da Copa do Brasil. Diante da vantagem e da possibilidade de atuar como mandante no segundo confronto, o argentino Hernán Barcos admite que o Verdão é favorito para garantir a vaga, mesmo advertindo que é preciso respeitar o adversário.

‘É favorito pelo que significa o Palmeiras, mas no campo são 11 contra 11, pois a camisa não ganha jogo. O Paraná tem uma equipe perigosa e nós respeitamos, mas nosso pensamento está no que temos de fazer’, afirmou.

O Verdão abriu a vantagem por 2 a 1 no primeiro confronto contra os paranaenses, há duas semanas. Mesmo com o benefício de avançar empatando o jogo, Barcos explica que o Palmeiras não pode ficar apenas se defendendo na Arena Barueri, na noite desta quarta-feira.

‘Nós temos de melhorar várias coisas, mas o importante é que temos de ganhar. O Palmeiras é clube grande e precisa vencer independentemente de onde jogar, não é porque tem vantagem que vai esperar. E isso também não significa que vai ser fácil’, acrescentou.

Apesar da queda no Estadual, Barcos assegura que o ambiente no clube não foi abalado. O triunfo em Curitiba aconteceu logo depois da desclassificação no Campeonato Paulista, diante do Guarani.

‘O clima nunca se foi, porque o grupo sempre esteve bem e forte’, concluiu o argentino, que chegou ao Verdão no início desta temporada.