Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após derrota esperada, Fossati foca 3 lugar e destaca asiáticos

O técnico Jorge Fossati, do Al Sadd, já havia afirmado que seria quase impossível uma classificação para a final do Mundial de Clubes, e a sua tese se confirmou nesta quinta-feira, quando a equipe catariana foi goleada por 4 a 0 pelo Barcelona. Sem lamentar o resultado, o ex-comandante do Internacional se manteve motivado com o torneio e destacou a importância de a decisão do terceiro lugar, neste domingo, ser contra outra equipe asiática: o Kashiwa Reysol, do Japão.

‘Creio que é algo temos que destacar. Entre as quatro melhores equipes do mundo temos dois asiáticos. Um deles já está no pódio, algo que merece ser destacado’, afirmou o uruguaio após a partida.

Sem grande tradição mesmo no continente asiático, o Catar vai sediar a Copa do Mundo em 2022 e espera evoluir rapidamente. Para Fossati, já é um grande feito uma equipe árabe ser campeã continental, derrotando times de países com mais força no futebol, como Japão e Coreia do Sul.

‘Em geral, esta parte da Ásia (leste) tem se destacado, chegando melhor nas competições internacionais. Hoje o Al Sadd representou a outra parte do continente. Do meu ponto de vista, seria maravilhoso obter o terceiro lugar, mas não temos que falar muito. Temos que jogar com todo empenho sabendo que está dentro de nossas possibilidades conseguir esta colocação’, completou o treinador.