Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Aos 57 anos, ex-jogador de futebol Sócrates morre em São Paulo

Por Da Redação 4 dez 2011, 07h29

Brasília, 4 dez (EFE).- O ex-jogador de futebol Sócrates, que disputou as Copas do Mundo de 1982 e 1986 com a seleção brasileira, morreu na madrugada deste domingo aos 57 anos em um hospital de São Paulo.

Sócrates Brasileiro Sampaio de Sousa Vieira de Oliveira parou de respirar às 4h30 da madrugada em consequência de um ‘choque séptico’, no Hospital Albert Einstein, instituição em que estava internado desde quinta-feira.

Médico de profissão e apelidado ‘Doutor’ por esse motivo, Sócrates era casado e teve seis filhos. Ele já tinha sido hospitalizado outras duas vezes este ano por problemas derivados de uma cirrose hepática, causada pelo excesso de consumo de álcool.

Em 22 de setembro, depois da segunda internação, ele recebeu alta após permanecer nove dias em coma induzido e respirando com ajuda de aparelhos por causa da gravidade de seu quadro.

Ao sair do hospital pela segunda vez, ele reconheceu publicamente os abusos de álcool e manifestou o desejo de pôr fim a dependência.

Sócrates, reconhecido pela elegância de seu jogo, defendeu durante quase toda sua carreira o Corinthians, que neste domingo pode conquistar o campeonato brasileiro pela quinta vez, na última rodada da competição.

Ele também teve uma rápida passagem pela Fiorentina, na Itália. De volta ao Brasil, defendeu as cores do Flamengo, Santos e Botafogo de Ribeirão Preto.

Sócrates congregou o futebol e a política, foi ativo militante de esquerda nas décadas de 70 e 80 e participou de protestos contra a ditadura no Brasil. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade