Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Afastado por hérnia, Muricy exalta indicação de Neymar a prêmio da Fifa

Após ser internado na semana passada por conta de uma crise de hérnia de disco, o técnico Muricy Ramalho ainda não voltou a comandar os treinos do Santos. Com dores na região lombar, o treinador acompanha de longe a preparação da equipe, que a exemplo do que aconteceu nas partidas contra Botafogo e Flamengo, segue sendo orientada interinamente por Mário Felipe Peres, o Tata, auxiliar de Muricy.

O treinador revelou que sente menos dores em relação à semana passada e comemorou o fato de não ter que realizar uma intervenção cirúrgica para corrigir o problema, mas ainda deve passar alguns dias afastado do comando.

‘Isso é o mais importante (não passar por uma operação), porque era algo meio arriscado. Só que estava bem difícil porque semana passada eu não podia nem caminhar. Porém, felizmente, o doutor fez com que eu melhorasse e não houvesse a necessidade de cirurgia. Agora, vamos tratar com fisioterapia. Só que é preciso ter paciência porque enquanto o líquido não for solto essa dor vai continuar. Não quero ter uma recaída e voltar para o hospital’, disse Muricy, em entrevista à Rádio Estadão/ESPN.

Neymar indicado à Bola de Ouro – Mesmo à distância, o comandante alvinegro não deixou de comentar a indicação de Neymar à Bola de Ouro, já que o atacante está entre os 50 melhores jogadores do mundo, na primeira fase da eleição.

Por conta disso, Muricy Ramalho enalteceu o próprio Neymar e o trabalho realizado pela diretoria do Peixe para segurar o craque na Vila Belmiro. ‘É algo importante para todos nós e mostra que os atletas podem permanecer no Brasil, brigando por grandes prêmios. É um mérito do jogador, da família dele, mas, principalmente, da diretoria do Santos que tem resistido a um ataque econômico altíssimo e colaborando com o espetáculo do futebol no país’, comentou.

Encantando com a qualidade técnica da Joia, Muricy acredita que, em pouco tempo, Neymar estará disputando o título de melhor do mundo com mais chances de ganhar a premiação. ‘Cada vez que o Neymar entra em campo é algo diferente. Hoje ele está entre os 50 melhores, porém, acredito que logo ele vai estar entre os melhores e vencer esse prêmio’, encerrou.