Clique e assine a partir de 9,90/mês

Vera Holtz disputa com Grazi posto de pegadora de ‘A Lei do Amor’

Megera vivida pela veterana já se envolveu com três na novela, todos galãs, enquanto a ex-garota-de-programa Luciane se concentra em dois fora do padrão

Por Maria Carolina Maia - Atualizado em 8 dez 2016, 10h26 - Publicado em 8 dez 2016, 10h02

Nas primeiras semanas de A Lei do Amor, parecia se desenhar uma disputa de fogo entre Claudia Raia e Grazi Massafera, as duas pirulonas da trama das 9 da Globo. Uma seduzia um jovem e sarado candidato a frentista em seu posto de gasolina, enquanto a outra fazia uso das técnicas apreendidas na mais antiga das profissões, que não se envergonha de ter exercido, para satisfazer tanto o marido rico, Hércules (Danilo Grangeia), quanto o amante, o senador corrupto Venturini (Otávio Augusto). Mas eis que, discretamente como um mineiro o faria, a megera Magnólia (Vera Holtz) foi se revelando alvo e par de diversos personagens da novela de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari. Mág, como a maléfica é chamada, já pegou pelo menos três, todos galãs: Fausto (Tarcísio Meira), Tião (José Mayer) e Ciro (Thiago Lacerda).

Não se sabe ainda qual o segredo de Mág – Nazaré Tedesco (Renata Sorrah), a inesquecível vilã de Senhora do Destino, por exemplo, era famosa por sua “chave de coxa”, com que submetia, folhetim afora, a macharada criada por Aguinaldo Silva. O fato é que a matriarca da abastada e tenebrosa família Leitão é capaz de manter aceso o interesse do genro, Ciro, por imensos vinte anos, além de atrair, num misto de ódio e desejo, o vilão Tião Bezerra, e de ter sustentado por décadas um casamento com Fausto, hoje em estado quase vegetativo, que roubou da melhor amiga. O segredo para conservar tanta quentura seria buscado a tapa por casais vitimados pelo tédio no matrimônio.

No capítulo que foi ao ar nesta terça-feira, Ciro chegou a colocar Mág contra as portas de um guarda-roupa, de costas para ele, numa sequência rica em voltagem erótica. E ainda demonstrou ciúmes de Tião Bezerra (José Mayer), o banqueiro que, isso ninguém parece saber, nem mesmo a esperta Magnólia, se aproxima da megera para seduzi-la e se vingar da humilhação que ela o fez passar quando jovem: depois de uma noite juntos, a herdeira da olaria onde Tião trabalhava como operário o desprezou e ainda marcou a ferro. Literalmente.

VEJA TAMBÉM:
Vera Holtz sobre virar meme: ‘Recebo com louvor’

Já Luciane, por ter sua relação com o bufão Venturini escancarada, terá de passar capítulos e capítulos implorando pelo perdão do esquisitão Hércules, um homem em tudo fora do padrão de virilidade: mimado e inseguro, se veste como um vampiro e é manipulado pela mamãe, Magnólia. Nem o fato de se trajar como periguete parece ajudá-la a ampliar o placar no campo amoroso. Mas, também, com uma sogra como a que ela tem, só poderia mesmo restar a Luciane o segundo plano no pódio do sexo de A Lei do Amor.

Vera Holtz e Thiago Lacerda em "A Lei do Amor"
Vera Holtz e Thiago Lacerda em “A Lei do Amor” TV Globo/Reprodução
Vera Holtz e José Mayer em "A Lei do Amor"
Vera Holtz e José Mayer em “A Lei do Amor” TV Globo/Reprodução
Publicidade