Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Sabrina Sato, sobre coleira de Duda: ‘Quer algo mais feminista?’

Atriz escolheu acessório quase idêntico àquele eternizado por Luma de Oliveira há 20 anos

Por Da redação - Atualizado em 13 fev 2018, 15h08 - Publicado em 13 fev 2018, 02h33

Sabrina Sato não pisou na avenida na madrugada desta terça de Carnaval, mas fez barulho mesmo assim. O motivo é a fantasia escolhida para marcar presença em um dos camarotes da Sapucaí. No visual, bastante semelhante àquele eternizado por Luma de Oliveira em desfile da escola Tradição em 1998, não faltou a polêmica coleira com o nome do homem amado.

Sabrina Sato
Sabrina Sato no Camarote Nº1, na Marquês de Sapucaí – 12/02/2018 Felipe Panfili/CamaroteNº1/Divulgação

 

“Este é o carnaval das homenagens. Homenageei a Pinah, ícone da Beija-Flor, a Isabelita dos Patins, diva gay, e a Luiza Brunet”, explicou a estrela da Record. “E essa é uma homenagem à Luma, rainha do Carnaval. De quebra, ainda declaro meu amor pelo Duda”. Sabrina namora o ator Duda Nagle desde março de 2016.

Perguntada sobre a controvérsia que a fantasia gerou entre feministas nas redes sociais, argumentou: “Quer algo mais feminista que homenagear uma mulher, uma rainha, num desfile que foi um marco?!”

Publicidade

Esta é a segunda referência a Luma neste carnaval. No primeiro desfile da noite desta segunda, a atriz Marisa Orth prestou tributo ao colega Miguel Falabella, tema do enredo da Unidos da Tijuca, com uma coleira com o escrito “CACO”, em alusão ao personagem Caco Antibes, da série Sai de Baixo.

Marisa Orth
A atriz Marisa Orth durante desfile da Unidos da Tijuca Dilson Silva/AgNews

 

 

Publicidade