Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rapper que trabalhou com Beyoncé assume que já teve relacionamento gay

Frank Ocean, do coletivo americano Odd Future, publicou comunicado no qual afirma que seu primeiro amor foi um homem

Na recente onda de saída do armário de personalidades do entretenimento, foi o rapper Frank Ocean que assumiu já ter se relacionado com outro homem. Ocean faz parte do coletivo Odd Future, que ganhou fama no ano passado, e chegou a trabalhar com a cantora Beyoncé no último álbum dela, 4. Em uma carta aberta publicada em seu Tumblr, Ocean conta que seu primeiro amor foi um homem, quando ele tinha 19 anos. Ele decidiu abrir o jogo após alguns críticos que ouviram seu novo álbum solo, Channel Orange, que será lançado na semana que vem, constatarem que várias canções de amor eram endereçadas a um homem.

LEIA TAMBÉM:

LEIA TAMBÉM: O gay agora é pop

“Há quatro verões, eu conheci alguém. Eu tinha 19 anos, e ele também. Nós passamos aquele verão e o seguinte juntos. Quase todos os dias. Nos dias em que nós estávamos juntos, o tempo voava. Na maior parte do dia, eu só pensava nele e em seu sorriso. Eu ouvia sua conversa e seu silêncio até a hora de dormir. Nós dividíamos a cama na hora de dormir quase sempre. Quando percebi, estava apaixonado. Não tinha como escapar. Foi meu primeiro amor e mudou minha vida”, escreveu Ocean. No entanto, ao compartilhar seus sentimentos com o rapaz, ele descobriu que não eram recíprocos. “Ele disse coisas gentis e fez o seu melhor, mas não sentia a mesma coisa.”

Embora outra integrante do Odd Future, a DJ Syd tha Kid, também já tenha saído do armário, a revelação de Ocean deve servir para dissipar as acusações de homofobia que o grupo enfrenta por causa das letras de algumas músicas. A controvérsia foi um dos fatores que os alçou a fama no ano passado, quando foram considerados uma das principais revelações do ano no hip-hop. Ainda no ano passado, o grupo chegou a se apresentar no Brasil, no festival SWU.

É difícil ver, entre os principais rappers americanos, um homossexual. Existem vários boatos, mas todos negam. No ano passado, o rapper The Game disse em entrevista ao site VladTV que há muitos rappers gays no armário. “Esse é o único tipo de gay com quem eu tenho problemas”, afirmou, dizendo ainda que alguns deles fingem que “adoram mulheres e vivem o estilo de vida do hip-hop, mas que no fundo amam homens.”