Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Os melhores botecos de Fortaleza

Confira os estabelecimentos da categoria que valem a visita, mais bares variados

O roteiro a seguir, com 24 endereços, integra a edição digital de VEJA COMER & BEBER FORTALEZA 2017/2018:

Boteco Praia: eleito o melhor da categoria pelo júri
Existem bares que, por sua localização, só podem dar certo. É o caso do Boteco Praia, situado em frente ao sempre movimentado início do calçadão da Avenida Beira-Mar. Mas, justiça seja feita, não é apenas por isso que este estabelecimento instalado em um enorme casarão pintado de azul-claro fica lotado tão logo abre as portas. Boa parte do seu sucesso se deve às canecas quase congeladas de chope Brahma (R$ 6,90, 200 mililitros) — elas são servidas aos montes, principalmente das 17h às 20h, de segunda a sexta, quando saem por R$ 3,80. Há quem prefira cervejas de 600 mililitros das marcas Original e Serramalte (R$ 12,90 cada uma) ou long necks da Budweiser ou da Stella Artois (R$ 7,00 cada uma). Também é dos bons o cardápio de drinques, no qual aparecem clássicos como gim-tônica (R$ 20,00) e quatro chamativos caipilés, misturas de picolé de fruta com vodca Smirnoff (R$ 21,00). A oferta etílica, que já era pra lá de variada, ficou ainda melhor no primeiro semestre deste ano, quando foi inaugurado um espaço climatizado patrocinado pela cervejaria paulista Colorado. Ali são oferecidos rótulos e chopes da marca, como a india pale ale Indica, feita com rapadura (R$ 12,90, 300 mililitros). Também são engatadas bebidas como a Wit 5 Bier, da cearense 5 Elementos, e a american pale ale Davi & Golias (R$ 11,90 cada uma). Do cardápio de petiscos, têm a preferência dos frequentadores as coxinhas de caranguejo (R$ 13,00 a unidade) e o escondidinho cearense, preparado com carne de sol acebolada, macaxeira e queijo de coalho gratinado (R$ 37,00). Todos os dias, por volta das 20h30, uma banda de rock, pop ou sertanejo sobe ao palco instalado na ponta do salão principal (couvert artístico: R$ 7,90). Avenida Beira-Mar, 1680, Meireles, ☎ 3248-4773 (270 lugares). 17h/2h (sáb. e dom. a partir das 12h). Aberto em 2011.

Veja também

2º lugar: Birosca 1545
As terças são dedicadas a quizzes temáticos, enquanto as quintas e sextas têm música ao vivo. A carta de cervejas lista rótulos triviais, como a Heineken (R$ 11,99), e especiais, caso da gaúcha Sagrada Gabriel, uma pump kin IPA (R$ 26,99, 500 mililitros). Habitués da casa batizam porções e drinques — um bom exemplo é o raísa rocks, que leva uísque bourbon, Martini Rosso, mel e laranja (R$ 16,99). Como acompanhamento, faz sucesso a baguete recheada com carne moída cozida na cerveja, queijo de coalho, tomate, maionese e geleia de bacon (R$ 21,99). Rua Joaquim Nabuco, 1545, Meireles, ☎ 3099-3661 (80 lugares). 19h/1h (sex. e sáb. 18h/2h; fecha dom.). Aberto em 2012.

3º lugar: Bar do Mincharia
Localizado na Praia de Iracema, o bar traz no cardápio receitas como o arroz de camarão (R$ 58,00, para duas pessoas) e o espetinho sertanejo, que reúne carne de sol, queijo de coalho, banana-passa, paçoca e vinagrete (R$ 18,00). Entre uma garfada e outra, cervejas de garrafa Skol e Brahma (R$ 7,50 cada uma) dominam os pedidos. Rua dos Pacajus, 5, Praia de Iracema, ☎ 3219-1174 (100 lugares). 15h/0h (fecha dom.). Aberto em 1985.

Abaeté Bar
O bar pertence a dois irmãos baianos, Lucinéia e Lucelmo Andrade, e tem como petisco mais pedido o acarajé, nas versões tradicional (R$ 15,00) e míni (R$ 20,00, com seis unidades). Na carta de bebidas, são vinte rótulos de cachaça, como a paraense Cachaça de Jambu (R$ 8,00 a dose) e a mineira Salinas (R$ 6,00). Rua Castro Alves, 513, Joaquim Távora, ☎ 98690-7448 (60 lugares). 18h/2h (fecha dom. e seg.). Aberto em 2015.

Alpendre
Campeã em duas categorias na última edição de VEJA COMER & BEBER Fortaleza, o bar segue investindo na boa cozinha e na carta de cervejas, atualmente com 200 rótulos. Petiscos como o kibeer, quibe acrescido de cevada com molho de iogurte, hortelã e lúpulo (R$ 19,90, dez unidades), e as cajumôndegas, feitas com carne de caju em vez de bovina (R$ 19,90, com oito unidades), caíram nas graças da clientela. Para beber, uma boa sugestão é a american IPA paulistana Dogma Estigma (R$ 44,90, 473 mililitros). Rua Torres Câmara, 181, Aldeota, ☎ 3261-1525. 17h/0h (sáb. a partir das 10h; dom. 11h/19h; fecha seg.). Aberto em 1988.

O Assis
Chorinho às terças, samba às quartas e sábados, forró às quintas e MPB aos domingos compõem a programação musical. Todos os dias, o som começa às 19h, com exceção de domingo, quando o agito é a partir das 14h. As apresentações podem ser embaladas por cervejas de garrafa Skol (R$ 6,00) e Brahma (R$ 5,50). No menu aparecem tira-gostos como o espetinho de carne bovina, tripa de porco e queijo (R$ 5,00) e a moela ao molho (R$ 15,00). Rua Adolfo Herbster, 190, Benfca, ☎ 3283-8674 (100 lugares). 17h/0h (fecha seg.). Couvert artístico: R$ 4,00. Aberto em 1999.

Bar do Cebolinha
Ao som de bandas de sertanejo universitário e forró, a moçada se reúne para tomar cerveja Original (R$ 7,99). Quem prefere os destilados costuma optar pela dose de vodca Absolut (R$ 11,00). Os petiscos que mais saem são os espetinhos de frango com bacon (R$ 8,50) e de queijo (R$ 9,00). Rua República da Armênia, 755, Parque Manibura, ☎ 99662-1314 (120 lugares). 17h/3h (fecha seg.). Mais três endereços. Aberto em 2015.

Besouro Verde
A casa abriu as portas há mais de seis décadas e continua procurada pela combinação cerveja gelada e petiscos de boteco. Ao chamar o garçom, a clientela costuma pedir porções de feijão-verde com nata (R$ 13,00) e a bv, com carne de sol trinchada na manteiga da terra e batata frita (R$ 22,00). Cervejas Skol (R$ 7,00) e Itaipava (R$ 6,00) refrescam a garganta. Rua Amadeu Furtado, 381, Parquelândia, ☎ 98407-8885 (100 lugares). 17h/2h (sex. e sáb. até 4h). Aberto em 1954. 

Boteco do Arlindo
Point de jornalistas e universitários, o endereço é procurado pelo samba que rola aos sábados e domingos. Para repor as energias, caem bem a feijoada e o arrumadinho com feijão-verde, cuscuz, carne de sol, bacon, cheiro-verde e linguiça calabresa (R$ 28,00 cada um, para duas pessoas). A cajarosca, drinque com cajá e vodca (R$ 8,00), e a cerveja Original (R$ 9,50) aplacam a sede. Rua Carlos Gomes, 83, José Bonifácio, ☎ 3879-1290 (96 lugares). 17h/0h (sáb. e dom. 11h/20h; fecha seg. e ter.). Aberto em 1998. Aqui tem iFood.

Boteco do Barão
Na casa de Marco Antônio Monteiro, conhecido como Barão, há cervejas de garrafa, caso da Itaipava (R$ 5,90) e da Skol (R$ 7,90), além de 100 rótulos de cachaça. A dose da gaúcha Trinta Luas custa R$ 15,00. O carro-chefe dos petiscos é a panelada, servida com arroz e farofa de cuscuz (R$ 19,90). Outra opção, o bolinho de pernil vem com molho agridoce (R$ 19,90, duas unidades). Avenida Rui Barbosa, 1314, Aldeota, ☎ 3224-4861 (200 lugares). 8h/0h (ter. até 23h; dom. 10h/16h; fecha seg.). Aberto em 2014.

Boteco Original
A decoração, com azulejos azuis e brancos, remete aos botecos de antigamente. Enquanto alterna goles de chope Itaipava (R$ 8,70, 200 mililitros), a clientela pode petiscar a costelinha suína com goiabada (R$ 29,90, 400 gramas). Ou ainda acenar aos garçons, que circulam com bandejas de salgadinhos vendidos por unidade, como a coxinha de caranguejo (R$ 14,90) e o bolinho de camarão com catupiry (R$ 15,30). Avenida Antônio Sales, 3177, Dionísio Torres, ☎ 3461-2872 (600 lugares). 17h/1h (sex. até 4h; sáb. 12h/4h; dom. 16h/0h; fecha seg.). Aberto em 2000.

Boteco do Pitombeira
O bar carrega o sobrenome do proprietário e aposta em um ambiente simples, dividido entre salão climatizado e mesas espalhadas na calçada. A clientela encontra cervejas de garrafa, como a Devassa Puro Malte (R$ 5,50) e a Itaipava (R$ 6,00), petiscos e refeições. Para duas pessoas, tem feijão-verde com calabresa, creme de leite, catupiry e mussarela (R$ 25,90). Outra opção para uma dupla é o escondidinho de purê de macaxeira e carne de sol (R$ 24,90). Rua Raul Uchôa, 166, Bom Futuro, ☎ 3491-9157 (120 lugares). 17h/0h (sáb. a partir de 12h; dom. 12h/22h30; fecha seg. e ter.). Aberto em 2016.

Brava Boteco
Entre uma apresentação musical e outra, os clientes podem pedir a panelinha de frutos do mar, com camarão, polvo, mexilhão, lula e patola de caranguejo flambados em vinho branco, guarnecidos de arroz cremoso e patolas de caranguejo à milanesa (R$ 48,90). A porção de ostras frescas, que reúne doze unidades (R$ 32,90), também é boa opção. No menu de bebidas constam caipirosca de seriguela (R$ 18,90) e cerveja Heineken (R$ 11,90). Rua Professor Wilson Aguiar, 124, Edson Queiroz, ☎ 3393-4032 (300 lugares). 17h/2h (sáb. a partir das 12h; dom. 12h/23h; fecha seg.). Aberto em 2016.

Flórida Bar
Trata-se de um dos bares mais antigos de Fortaleza, inaugurado há 55 anos. Entre os tira-gostos mais tradicionais do cardápio estão o filé-mignon a cavalo (R$ 36,90) e a porção de fígado acebolado (R$ 24,00). A panelada, que antigamente era servida somente aos domingos, agora pode vir à mesa todos os dias (R$ 26,00). Sempre geladas, cervejas Skol, Antarctica e Itaipava custam R$ 6,99 cada uma. Rua Dom Joaquim, 68, centro, ☎ 3219-2905 (120 lugares). 8h/23h. Aberto em 1962.

Kina do Feijão Verde
O extenso menu vai além do prato que dá nome à casa, o feijão-verde com nata, creme de leite e queijo de coalho (R$ 6,90 a porção menor, com 170 gramas, a R$ 30,90 a de 950 gramas). Entre as outras opções há tulipa de frango (R$ 27,90) e fatia de carne de sol com macaxeira (R$ 19,90), boas companhias para as cervejas Antarctica (R$ 5,40) e Itaipava (R$ 5,49). Rua João Cordeiro, 1697, Aldeota, ☎ 3253-7655 (300 lugares). 10h/23h30 (seg. até 15h; sex. até 0h30; dom. até 20h). Aberto em 1999. Aqui tem iFood.

Raimundo dos Queijos
Por se tratar de uma bodega de produtos regionais que se tornou bar, o endereço oferece apenas quatro petiscos vendidos por quilo: queijo de coalho (R$ 22,00), queijo manteiga (R$ 26,00), castanha (R$ 55,00) e paçoca de carne de sol com cebola-roxa (R$ 20,00). As cervejas Brahma, Antarctica, Skol e Itaipava (R$ 8,00 cada uma) podem ladear os acepipes. Rua General Bezerril, 151, centro, ☎ 3226-9351 (400 lugares). 7h/17h (sáb. e dom. até 14h30). Aberto em 1978.

Seu Zé Bodega
A arquitetura e o cardápio do novo endereço são inspirados nas bodegas do interior. Produzidas em Minas Gerais, as cachaças Seleta e Nova Aliança (R$ 8,00 a dose) podem acompanhar a porção de mi disbuiado, bolinho de massa de cuscuz recheado com bacon, carne de sol e queijo de coalho (R$ 20,90, seis unidades). Linguiças artesanais de frango (R$ 15,00) e de carneiro (R$ 21,00) podem compor o cachorro-quente que leva macaxeira palha, maionese e vinagrete. Rua Joaquim Torres, 1051, Joaquim Távora, ☎ 3016-0059 (60 lugares). 17h/0h (qui. e sex. até 2h; sáb. 11h/2h; fecha dom. e seg.). Aberto em 2017.

Suvaco de Cobra
Lampião e Maria Bonita batizam os drinques de maior sucesso da casa, as caipirinhas frozen com cachaça e limão ou tangerina (R$ 10,00 cada uma). No quesito comida, são famosas as batatas recheadas, como a de caranguejo (R$ 25,00 a unidade). O entocado de camarão, com o crustáceo flambado mais purê de macaxeira e queijo gratinado (R$ 48,00, para dois), também figura entre as sugestões. Avenida Professor Gomes de Matos, 406, Montese, ☎ 3494-7556 (60 lugares). 18h/0h (fecha seg. e ter.). Aberto em 2005.

Toca do Plácido
Reggae, jazz, blues, rock e bossa nova animam as noites da casa, point para quem procura balada. A musicalidade também aparece no cardápio, que lista o crepe plano de voo, nome de música de Gonzaguinha, com carne de sol, queijo de coalho, catupiry, azeitona, cebola e mel de engenho (R$ 32,00). Na carta de bebidas, a música Sonho Meu, interpretada por Maria Bethânia, comparece batizando o drinque que reúne cachaça, mel, limão, maracujá e groselha (R$ 13,00). Rua Castro Alves, 503, Joaquim Távora, ☎ 99694-6516 (192 lugares). 18h/4h (fecha dom. e seg.). Couvert artístico: R$ 5,00 e R$ 10,00. Aberto em 2009.

Vilarejo 84
Foi no ano de 1984 que nasceu Manuel Ribeiro, um dos donos e criadores dos quitutes servidos no bar. Os mais pedidos são o frango crocante, flé de coxa e sobrecoxa empanado com farinha panko e cerveja preta, servido com maionese (R$ 22,00), e a coxinha no palito, acompanhada de molho de queijo (R$ 15,90, oito unidades). Também fazem sucesso as caipirinhas frozen, com limão (R$ 8,00) ou maracujá, morango e cajá mais gelo raspado e vodca (R$ 10,00). Rua Clube Iracema, 84, Aldeota, ☎ 98518-2453 (140 lugares). 16h/23h (sáb. a partir das 12h; dom. 12h/21h; fecha seg. e ter.). Aberto em 2017.

Zé do Mangue
Enquanto aprecia a vista do Rio Cocó, a clientela petisca porções como a de piaba frita com cebola, tomate e farofa (R$ 17,00) entre goles de cervejas Heineken (R$ 11,00) e Eisenbahn (R$ 10,00). Depois, pode vir à mesa a galinha caipira com arroz e pirão (R$ 82,50, para quatro pessoas). Rua Tancredo de Souza Carvalho, 1302, Loteamento Cidade Leste, Edson Queiroz, ☎ 3273-6627 e 99955-4613 (150 lugares). 10h/22h. Aberto em 1982.

 

VARIADOS

Geek’s Game Bar
Como o nome sugere, a casa investe na temática nerd e geek, inclusive no cardápio. Mangás dão o nome a alguns pedidos, como o majin burguer, sanduíche com disco de carne de 160 gramas, pasta de gorgonzola e geleia de bacon no pão brioche (R$ 25,00), e o drinque sakura, mistura de gim, chá de frutas vermelhas, limão, xarope de mel e água tônica (R$ 21,90). Às quartas, o bar tem rodízio de mini-hambúrgueres e batata frita (R$ 39,90 por pessoa). Rua Francisco Holanda, 690, Dionísio Torres, ☎ 3051-2875 (100 lugares). 17h30/1h (sex. até 2h, sáb. 19h/3h e dom. a partir das 18h; fecha seg. e ter). Aberto em 2017.

Jardins Lounge
Inaugurado em abril de 2017, o endereço funciona ao som de pop rock, surf music e pop internacional. Alguns drinques já são conhecidos do público, como a margarita frozen absolut com tequila e calda de frutas vermelhas (R$ 17,00) e o sex on the beach absolut (R$ 18,00), com licor de pêssego, vodca Absolut, suco de laranja e grenadine. O cardápio se divide entre os petiscos, com destaque para o filé-mignon trinchado ao molho gorgonzola e gratinado com parmesão mais batata frita (R$ 35,00), e as refeições. Gratinado com molho branco, os camarões com batata palha e guarnição de arroz na manteiga (R$ 65,00) estão entre os pratos mais pedidos. Avenida Oliveira Paiva, 2061, Cidade dos Funcionários, ☎ 98221-5555 (300 lugares). 17h/0h (qui. até 1h, sex. e sáb. até 2h; fecha seg.). Aberto em 2017. Aqui tem iFood.

Quintal 55
O bar divide espaço com um brechó na Cidade 2000. O cardápio enxuto de quitutes lista, por exemplo, porção de discos de tapioca com creme de queijo de coalho, crispy de charque e picles de cebola-roxa (R$ 16,00 com seis). Servido na panela de ferro, o mexidinho, mistura de arroz, feijão-verde, charque, linguiça e bacon servida com ovo frito, é alternativa mais substanciosa (R$ 39,00, para duas pessoas). As cervejas Colorado Indica (R$ 21,00, 600 mililitros) e Heineken (R$ 7,00 a long neck) compartilham o freezer de bebidas. Alameda das Boas Noites, 55, Cidade 2000, ☎ 98155-0493 (35 lugares). 18h/0h (qui. a sáb.). Aberto em 2017.