Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Nina Horta, colunista de gastronomia, morre aos 80 anos

Autora escrevia para a Folha de S. Paulo desde 1987 e ganhou o Jabuti com o livro 'O Frango Ensopado da Minha Mãe'

Por Redação - Atualizado em 8 out 2019, 15h58 - Publicado em 7 out 2019, 12h56

Morreu na noite de domingo, 6, a colunista Nina Horta, colunista de gastronomia do jornal Folha de S. Paulo. A escritora, de 80 anos de idade, lutava contra um câncer e foi vítima de uma infecção generalizada. Seu corpo foi velado e enterrado na manhã desta segunda-feira, 7, no  Cemitério do Morumbi. 

Formada pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (FE-USP), a mineira escrevia para a Folha desde 1987. Em 1995, ela publicou sua primeira coletânea de crônicas, Não é Sopa! (Cia. das Letras). Em 2016, ganhou o Prêmio Jabuti de Gastronomia com o livro O Frango Ensopado da Minha Mãe (Cia. das Letras), que traz textos de sua autoria publicados no jornal ao longo de 20 anos.

Sua última coluna, Pequenas Coisas, foi publicada no dia 6 de fevereiro e trazia uma crônica sobre uma “casinha” que sobreviveu à tragédia em Brumadinho.

 

Publicidade