Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mulheres de Hollywood criam fundo de apoio a vítimas de assédio

Atrizes, diretoras, produtoras e cantoras criaram projeto que pretende oferecer subsídios para que sejam tomadas medidas legais contra os assediadores

Cerca de 300 mulheres de Hollywood se uniram para criar um fundo de apoio às vítimas de assédio sexual na indústria do cinema. A inciativa, batizada de Time’s Up, pretende oferecer subsídios para que sejam tomadas medidas legais contra os assediadores, e propõe campanhas para que, até 2020, as mulheres tenham a mesma presença em cargos executivos do meio do que homens. O projeto também encabeça o protesto no Globo de Ouro, que prevê que as atrizes desfilem pelo tapete vermelho vestidas de preto.

Segundo o jornal The New York Times, a ação não tem líderes. Ela é dividida em comitês, responsáveis por diferentes áreas de atuação, como legislação, política corporativa, práticas de contratação e arrecadação de recursos. Shonda Rhimes, Reese Witherspoon, Natalie Portman, Emma Stone, Ava DuVernay, Gwyneth Paltrow, Jennifer Aniston, Kate Hudson, Viola Davis, Alicia Vikander, Amy Poehler, Taylor Swift e Jessica Chastain estão entre as principais vozes do movimento.

Nesta segunda-feira, a iniciativa publicou em seu site uma carta aberta às mulheres de Hollywood. Confira abaixo um trecho do texto traduzido:

“Seguimos empenhadas em conscientizar nosso ambiente de trabalho, pressionando-o por mudanças rápidas e eficazes que tornem a indústria do entretenimento um lugar seguro e equilibrado. Também, buscamos mudar a forma como a sociedade enxerga e trata as mulheres, através de histórias de diversas mulheres, vítimas.”

Time's Up