Clique e assine a partir de 9,90/mês

MP investiga quadro com crianças de maiô no programa de Silvio Santos

Apresentador foi acusado de sexualizar meninas em concurso de miss infantil que julgava as pernas e rostos "mais bonitos"

Por Redação - 3 out 2019, 18h00

O concurso de miss infantil exibido no Programa Silvio Santos se tornou alvo de dois inquéritos promovidos pelo Ministério Público de São Paulo e pela Promotoria de Justiça de Osasco. Televisionado em 22 de setembro, o quadro foi acusado de sexualizar as crianças, cujos atributos físicos foram julgados pela plateia e por convidadas.

Até o momento, o MP-SP solicitou o envio de informações por parte do SBT. Após a manifestação da emissora, o promotor Ismael Oliveira Mota vai analisar o material exibido no programa e decidir sobre a abertura de uma ação civil.

O concurso

Ellen Ganzaroli, Chris Flores e Thaís Pacholek foram as juradas responsáveis por, ao lado da plateia, julgar os atributos físicos de seis meninas com idade entre 7 e 8 anos. As garotas se apresentaram de fantasia, maiô e traje de gala. “Agora, vocês do auditório, que estão com o aparelhinho (de votar), vão ver quem tem as pernas mais bonitas, o colo mais bonito, o rosto mais bonito e o conjunto mais bonito”, anunciou Silvio Santos durante o desfile de traje de banho. O quadro chocou e foi criticado por muita gente nas redes sociais, e botou o SBT na mira de entidades de proteção à infância.

Procurado pela reportagem, o SBT ainda não se manifestou sobre o caso.

Continua após a publicidade

 

 

Publicidade