Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Madonna e Anitta: o que a crítica internacional diz sobre parceria

'Anitta oferece um contraponto muito mais interessante para Madonna do que Britney Spears', escreveu a revista americana Variety

O lançamento do 14º álbum de Madonna, Madame X, agitou o mundo da música nesta sexta-feira, 14. Entre as parcerias presentes no disco, como o colombiano Maluma e o rapper Quavo, uma ganhou destaque aos olhos dos brasileiros: Faz Gostoso, com Anitta, que já havia sido especulada e posteriormente confirmada pela brasileira. O funk, que mistura inglês e português, despertou a atenção da crítica internacional.

A revista americana Variety não poupou elogios à parceria – e especialmente à Anitta. “A música de reggaeton é a melhor entre as cinco parcerias do álbum”, diz a avaliação. “Anitta oferece um contraponto feminino muito mais interessante para Madonna do que suas colaboradoras anteriores Britney Spears (em Me Against the Music) e Nicki Minaj e M.I.A. (em Give Me All Your Luvin’).”

Os elogios foram acompanhados pelo jornal britânico The Guardian, que classificou a canção como a mais forte entre todos os duetos, com “uma batida frenética que está em algum lugar entre o baile funk e o kuduro angolano”. O tabloide The Sun, também britânico, apontou a colaboração como “o momento mais divertido do álbum – uma celebração latina de como mover seu corpo e festejar”, dando destaque ao final da canção como “totalmente eufórica”.

Já jornal americano Chicago Sun Times não enxergou as parcerias com Anitta, Quavo, Swae Lee e Maluma com bons olhos. “Parece mais uma checklist do que o brilho de uma parceria”, escreveu o veículo. “Os resultados são bons, mas entediantes.”