Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Keith Richards: discos de Mick Jagger são egocêntricos

Guitarrista dos Rolling Stones diz que nunca escutou os álbuns do companheiro de banda

Keith Richards decidiu abandonar de vez o filtro nos seus comentários. Após chamar o clássico disco dos Beatles Sgt Pepper´s Lonely Hearts Club Band de “coleção de lixo” e definir Black Sabbath e Metallica como “piadas“, o ataque da vez foi contra o próprio companheiro de banda: Mick Jagger. O guitarrista dos Rolling Stones disse em entrevista à revista britânica GQ que nunca ouviu os álbuns solos do vocalista e ainda alfinetou ao comentar sobre os discos: “Acho que eles estão ligados ao ego. Ele não tinha nada a dizer”.

LEIA TAMBÉM:

Keith Richards quer que as filhas cheirem suas cinzas

Rolling Stones anunciam quatro shows no Brasil em 2016

Keith Richards está em um relacionamento sério com… sua guitarra

Depois de Nina Simone, Netflix lança filme sobre Keith Richards

Richards ainda esqueceu dois trabalhos de Jagger em carreira solo. “Ele fez dois álbuns? She’s the Boss e Primitive Cool?”, perguntou o britânico na entrevista, ignorando a existência de outra dupla de discos do parceiro nos Stones: Wandering Spirit e Goddess in the Doorway, lançados respectivamente em 1993 e 2001.

Vale lembrar que o guitarrista recentemente lançou seu terceiro trabalho em carreira solo, Crosseyed Heart, que chegou ao mercado em setembro. Anteriormente ele já havia lançado Main Offender (1992) e Talk Is Cheap (1988). Porém, Richards se defende e diz que esses discos não foram feitos por dinheiro, e sim para extravasar sua criatividade musical: “Só fiz discos solo porque ele (Jagger) não estava trabalhando conosco”, completou.