Clique e assine a partir de 9,90/mês

Júri declara ator Bill Cosby culpado de abuso sexual

Este é o primeiro julgamento de uma celebridade na era #MeToo. Cosby, de 80 anos, pode passar o resto de sua vida atrás das grades

Por agência France-Presse - Atualizado em 26 Apr 2018, 17h55 - Publicado em 26 Apr 2018, 15h31

O ator americano Bill Cosby é culpado de drogar e agredir sexualmente uma mulher há catorze anos, decidiu um júri da Pensilvânia nesta quinta-feira, no primeiro julgamento de uma celebridade na era #MeToo.

Cosby, de 80 anos, pode passar o resto de sua vida atrás das grades quando o juiz decidir sua sentença por três crimes de agressão indecente agravada contra Andrea Constand, ex-funcionária da Universidade de Temple, em 2004.

Ao longo do julgamento, a defesa acusou Constand, de 45 anos, de ser uma “vigarista” que perseguiu um pai solitário e aflito e de acusá-lo falsamente para conseguir um acordo civil de 3,38 milhões de dólares em 2006.

Já os promotores do condado de Montgomery levaram cinco mulheres, que testemunharam que Cosby era um estuprador em série e um predador sexual que se aproveitava de mulheres muito mais jovens que o admiravam, drogando-as e abusando delas.

Continua após a publicidade

 

Publicidade