Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

JK Rowling é indenizada por vazamento de pseudônimo

Autora doa quantia, de valor não revelado, para instituição que ajuda militares

A escritora britânica JK Rowling venceu uma ação na Justiça e recebeu uma indenização do escritório de advocacia que revelou a verdadeira autoria de The Cuckoo’s Calling, romance policial escrito por JK sob o pseudônimo de Robert Galbraith. A escritora, que é autora da saga Harry Potter, decidiu doar o valor total da indenização — cujo montante não foi revelado — para a instituição de caridade Soldiers’s Charity, de ajuda a militares e suas famílias.

LEIA TAMBÉM:

Tradutora de ‘Crepúsculo’ vai verter policial de JK Rowling

LEIA TAMBÉM:

JK Rowling confirma segundo livro de seu alter ego

A escritora também anunciou, nesta quarta-feira, que doará a renda de seu livro para a Soldiers’s Charity a partir de 14 de julho e por três anos. Ela deseja assim agradecer aos soldados que ajudaram em sua pesquisa para o livro. Robert Galbraith, seu pseudônimo, era descrito como um ex-membro das forças armadas que trabalhava na Defesa Civil. E o livro policial, que será lançado no país em novembro pela Rocco, mas ainda não tem título em português, conta a história de um ex-combatente da guerra do Afeganistão convertido em detetive particular.

“Sempre tive a intenção de doar para a caridade os direitos autorais de Robert Galbraith, mas eu não esperava que o livro aparecesse na lista dos mais vendidos apenas três meses após seu lançamento. Na verdade, eu nunca havia imaginado que ele poderia estar na lista”, declarou em um comunicado a escritora, que chegou a ser suspeita de vazar ela mesma o pseudônimo para aumentar as vendas do livro. Antes da revelação da autoria do livro, que foi elogiado pela crítica, foram vendidos 1.500 cópias do policial em formato encadernado, o primeiro lançado pela editora. As vendas dispararam desde então.

(Com agência France-Presse)