Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Isabelle Huppert, a dama do 65º Festival de Cannes

Protagonista de dois filmes da competição pela Palma de Ouro - 'Amour' e 'In Another Country' -, francesa é o assunto dos corredores

A atriz francesa Isabelle Huppert tem motivos para andar pelo 65º Festival de Cannes com a grande dama da maratona. Em cartaz em dois filmes da competição pela Palma de Ouro deste ano, um deles rodado longe de seu país natal, ela é um dos nomes mais ouvidos pelos corredores do Palácio do Festival. Isabelle surge em papel secundário, mas de complexidade significativa, no drama Amour, do austríaco Michael Haneke, a quem deve o seu segundo prêmio de melhor atriz em Cannes, por A Professora de Piano (2001) – o primeiro foi no final do anos 70, com Violette Nozière (1978), de Claude Chabrol.

No filme de Haneke, exibido no domingo (20), ela encarna Eva, filha de um casal de octogenários, cujo amor é posto a prova quando a mulher sofre um derrame que a deixa definitivamente presa à cama. Apesar de o pai se dispor a cuidar da mulher, ela insiste para que a mãe seja despachada para um hospital ou internada em um asilo.

“Minha personagem não é cruel, mas sim a situação em que a família se encontra”, observou a atriz. “Eva não se conforma que o pai carregue o fardo de cuidar da mãe inválida, que está praticamente isolada do convívio dos vivos. Eva acredita que a morte não deva consumir os vivos, ela representa a vida, está sempre em movimento, ao contrário da mãe”.

Já em In Another Country, do coreano Hong Sangsoo, que ganha sessão de gala na noite desta segunda-feira (21) Isabelle está em cena o tempo inteiro, como as três diferentes mulheres criadas pela imaginação de um roteirista.

Na primeira história, a atriz interpreta uma diretora que passa férias numa casa de praia da Coreia. Na segunda, ela vira uma mulher casada que vai encontrar o amante coreano no mesmo endereço. Na última, ela interpreta uma recém-divorciada que passa uma temporada no balneário com uma amiga, com o propósito de se recuperar da separação.

In Another Country é um filme de narrativa simples e às vezes ingênua, no qual as diferentes versões da protagonista interagem com o mesmo grupo de personagens: o casal que aluga a cabana, a filha deles, que administra o lugar, e o guarda-costas que flerta com ela.

O filme foi totalmente rodado no país asiático, e Isabelle é única estrangeira do elenco. ” Filmar na Coreia foi uma aventura encantadora. Não sabia o que esperar, porque era a primeira vez que eu trabalhava com Sangsoo. Ele não trabalha com um roteiro predeterminado, então a única informação que recebi antes de fazer as malas foi que eu viveria uma mulher que tenta encontrar a si mesma em um país estrangeiro”, contou a atriz.

LEIA TAMBÉM:

Conheça os filmes da competição

Presidiário brilha em Cannes. Sem aparecer

Hugh Laurie e Stephen Fry voltam a trabalhar juntos

Animais de ‘Madagascar 3’ invadem Cannes

Humor negro de ‘Moonrise Kingdom’ abre festival

Assista ao trailer de ‘Amour’: