Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

‘Game of Thrones’: final da 6ª temporada é recheado de mortes e confirma teoria dos fãs

Série da HBO matou o maior número de personagens regulares em um único capítulo ao encerrar seu sexto ano

Por Da Redação - 27 jun 2016, 13h03

(Atenção: o texto a seguir contém spoilers do décimo episódio da sexta temporada de Game of Thrones, exibido neste domingo)

Os fãs se despediram de muitos personagens durante a sexta temporada de Game of Thrones, mas o episódio final, exibido no último domingo, trouxe o maior número de mortos em qualquer episódio da série. Foram dez personagens recorrentes – e centenas de figurantes – assassinados no capítulo mais longo – e explosivo – já exibido no programa, com 69 minutos de duração, 14 a mais do que a média da série.

LEIA TAMBÉM:

O feminismo está com tudo nas séries americanas

Publicidade

Aplicativo envia spoilers de ‘Game of Thrones’ para seus inimigos

HBO nega que referendo do Reino Unido vá impactar ‘Game of Thrones’

‘Game of Thrones’: diretor também queria ver uma morte horrível em batalha

The Winds of Winter trouxe a vingança de Cersei (Lean Headey) contra seus inimigos, ao explodir o Grande Septo de Baelor, matando boa parte da nobreza de King’s Landing, incluindo o Alto Pardal (Jonathan Pryce) e três membros da família Tyrell, todos queimados vivos. Porém, a armadilha da Rainha Mãe levou ao suicídio do próprio filho, o Rei Tomme (Dean-Charles Chapman).

Publicidade

O momento vai ficar marcado na história de Game of Thrones, mas, na verdade, as mortes não foram tão surpreendentes, já que boa parte dos fãs não esperava que os personagens fossem durar muito, com o próprio Rei sendo um dos mais cotados para morrer neste final de temporada. A perda mais sentida pelos telespectadores foi a de Margaery Tyrell (Natalie Dormer), que sempre enfrentou Cersei, e mesmo nos minutos finais percebeu que ela devia estar tramando alguma coisa. Sua morte foi uma das mais comentadas nas redes sociais, já que muitos esperavam que ela ainda tivesse um papel forte como oposição à Rainha. A grandiosa cena foi divulgada no YouTube pela própria HBO após a exibição do capítulo final; confira abaixo:

Outra morte muito comentada – e comemorada – pelos fãs foi a de Walder Frey (David Bradley), não pelo personagem em si, mas por quem foi seu assassino: Arya Stark (Maisie Williams). A garotinha retornou a Westeros para dar sequência ao seu plano de vingança contra todos aqueles que desgraçaram sua família, e começou logo cortando a garganta do homem que planejou o assassinato de sua mãe e irmão no infame Casamento Vermelho — o episódio com mais mortes importantes até então.

O episódio também confirmou uma antiga teoria dos fãs. Jon Snow (Kit Harington), criado como bastardo de Ned Stark, é na verdade seu sobrinho, e filho de Lyanna Stark e Rhaegar Targaryen. A confirmação nada surpreendente daquilo que todos já suspeitavam, finalmente conecta o queridinho da série à outra personagem super popular, Daenerys Targaryen (Emilia Clarke), que terminou o capítulo navegando rumo a Westeros com uma gigante frota de navios.

A chegada de Daenerys a Westeros e sua batalha pelo Trono de Ferro devem ser o enredo principal da sétima temporada de Game of Thrones. A loira ainda chega aos Sete Reinos com novos aliados, Olenna Tyrell (Diana Rigg) e Ellaria Sand (Indira Varma), que estão em busca de vingança contra a agora toda poderosa – e solitária – Cersei.

Publicidade

A HBO ainda não divulgou a data de estreia da sétima temporada, e os novos capítulos nem começaram a ser gravados. O que se sabe é que o próximo ano será mais curto que o normal, com apenas sete episódios ao contrário dos usuais dez. Para os fãs que querem rever tudo que aconteceu nas últimas semanas, a sexta temporada já tem data para ser lançada em DVD, dia 10 de novembro.

O canal também disponibilizou no YouTube vídeos explicando como os momentos mais marcantes do episódio final foram produzidos. Confira o vídeo (em inglês) sobre a explosão do Grande Septo de Baelor abaixo:

Confira o vídeo (em inglês) sobre a morte de Frey abaixo:

Publicidade