Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

De babador a penico, bebê real nasce ‘vendendo’ produtos

Ainda antes de chegar, o herdeiro do príncipe William e de Kate Middleton já pautava vários produtos da indústria de licenciamento. O nascimento deve movimentar 243 milhões de libras - 80 milhões só em souvenirs

O herdeiro do príncipe William e de Kate Middleton, que nasceu nesta segunda-feira, já é tema de uma enorme variedade de produtos à venda no Reino Unido. Estão disponíveis no mercado desde artigos de uso comum, como canecas e camisetas, e outros específicos para bebês, como penicos e babadores.

LEIA TAMBÉM:

LEIA TAMBÉM: Kate Middleton dá à luz o primeiro filho com o príncipe William

Rainha Elizabeth II retorna a Londres para aguardar nascimento

Espera pelo bebê real abre temporada do absurdo na internet

Embora os produtos não sejam licenciados oficialmente pela monarquia britânica, que não ganha nada com isso, William e Kate deram o seu aval para que as empresas vendessem os souvenirs. Em nota divulgada nesta semana, o Palácio de St. James afirma que o duque e a duquesa de Cambridge gostaram da lembrança, e entendem a venda dos produtos como parte das comemorações da chegada da criança. “O nascimento do bebê do duque e da duquesa é uma ocasião alegre, e nós reconhecemos que há uma tradição de as pessoas produzirem souvenirs para marcar as ocasiões reais”, disse um porta-voz.

Também, pudera. Estimativas dizem que o nascimento do bebê real vai movimentar 243 milhões de libras (cerca de 826 milhões de reais) na economia britânica, sendo 80 milhões de libras (271 milhões de reais) só em venda de mercadorias.

Além da imensa variedade de produtos feitos por outras marcas, a família real também permitiu que a Royal Collection Trust, que produz louças para marcar momentos históricos da monarquia, criasse uma linha em homenagem ao bebê. A coleção ainda não está disponível. Veja na lista abaixo alguns dos produtos que já estão à venda.