Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Antes do príncipe: quem é o ex-marido de Meghan Markle

Noiva de príncipe Harry teve um relacionamento de nove anos com produtor em Hollywood

Antes de galgar seu caminho para os palácios da família real britânica, Meghan Markle, 36 anos, foi casada com o americano Trevor Engelson, 41. Por causa do divórcio da atriz, Harry, 33, precisou pedir à avó, a rainha Elizabeth II, que autorizasse a união entre eles, marcada para o dia 19 de maio. Até o momento, o ex-marido de Meghan tem se mantido discreto, mas sua carreira em Hollywood impede o anonimato – e há rumores de que ele planeja uma série inspirada em seu romance com a atriz.

Nascido em Nova York, Trevor Engelson começou a carreira como assistente de produção, até se tornar produtor e empresário de talentos. Em seu currículo, estão comédias como Licença para Casar (2007), com Robin Williams, e Maluca Paixão (2009), com Sandra Bullock; além do drama Lembranças (2010), com Robert Pattinson. No último, aliás, Meghan faz uma rápida participação como uma bartender. Veja abaixo:

Meghan e Engelson se conheceram em 2004 e ficaram noivos seis anos depois, em 2010. Segundo noticiou a imprensa estrangeira, o casamento aconteceu em 10 de setembro de 2011, no resort Jamaica Inn, em Ocho Rios, Jamaica. A cerimônia à beira-mar durou cerca de 15 minutos e foi acompanhada por cem convidados. Já a festança se manteve ao longo de quatro dias com o casal e os amigos, no hotel.

Também em 2011, Meghan entrou para o elenco de Suits e teve que se mudar para Toronto, Canadá, onde a série é gravada, enquanto o marido continuou a trabalhar em Los Angeles. A distância teria sido o principal motivo do fim do casamento, dois anos mais tarde. Em agosto de 2013, o casal assinou o divórcio e declarou “diferenças irreconciliáveis” como causa para o término.

Segundo Abby Wathen, amiga de Meghan, em declaração ao documentário Prince Harry and Meghan: Truly, Madly, Deeply, da rede britânica ITV, o divórcio ajudou a noiva do príncipe Harry a se “empoderar como mulher”.

“Ela sempre soube que seria bem-sucedida. Ela sabe o que quer e vai atrás. Ficamos amigas porque, quando ela se casou, eu também estava me casando. Depois nós duas nos divorciamos e ajudamos uma à outra. Eu estava destruída, mas ela ficou empoderada. Ela tomou sua força de vontade de volta. Aquele relacionamento não era certo para ela, e ela decidiu seguir em frente.”