Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

USP Leste adia pela segunda vez início das aulas

Campus segue interditado pela Justiça devido a contaminação do solo

Por Da Redação 28 fev 2014, 17h48

O início das aulas na Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH), que funciona no campus Leste da Universidade de São Paulo (USP), foi adiado pela segunda vez, de acordo com comunicado divulgado nesta sexta-feira pela instituição. A nova data para início do ano letivo é 24 de março. O campus está fechado pela Justiça por problemas ambientais desde o início de janeiro.

Na terça-feira, o Ministério Público Estadual (MPE) deu novo parecer contra a liberação do campus, alegando que não é possível garantir que está afastado o risco de explosões no local, contaminado por gás metano e óleos minerais cancerígenos. O pedido de reabertura havia sido feito pela USP na última semana.

Leia também:

USP aprova cortes no orçamento e mudanças administrativas para 2014

MP investiga se ex-diretor da USP Leste é responsável por terra contaminada

Na terça-feira, a USP também criou uma comissão especial para acompanhar as providências que estão sendo adotadas para a regularização da situação. Entre as medidas, está a instalação de dez bombas fixas para a extração de gases do subsolo, o isolamento e revestimento com grama das áreas onde foi depositada terra não certificada e o encaminhamento para a Cetesb dos resultados da análise de risco à saúde humana do solo.

A direção da universidade afirma ainda que será analisado, caso a caso, o encaminhamento das demais atividades de pós-graduação da EACH, como a realização de qualificações, defesa de dissertações e teses, entre outras.

Continua após a publicidade

Publicidade