Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Unicamp 2015: redação é o ponto fraco da primeira prova, dizem especialistas

No primeiro dia da segunda fase, teste teve seis questões de língua portuguesa e literatura e duas redações

A primeira prova da segunda fase da Unicamp foi realizada neste domingo e considerada como simples por professores especialistas em exames vestibulares. “Imagino que os alunos mais competitivos tenham ficado felizes com a prova de hoje”, afirmou Célio Tasinafo, coordenador da Oficina do Estudante. O exame teve seis perguntas de língua portuguesa e literatura, cada uma com duas questões, e duas redações.

Leia também:

Unicamp divulga notas de candidatos aprovados na 1ª fase

Unesp e Unicamp devem usar R$ 338 mi de recursos próprios para cobrir rombo no orçamento

“As questões não exigiam muita interpretação, pelo contrário. Em comparação com a Fuvest, a prova foi simples e superficial”, considerou Tasinafo. Francisco Platão Savioli, supervisor de curso do Anglo, concordou que o exame da Unicamp foi simples, mas considera que esse foi seu mérito. “Foi uma prova de bom nível, com conteúdo suficiente para avaliar o aluno. Os textos são relativamente simples, mas satisfatórios porque dão margem a reflexão.”

Redação – Segundo os dois especialistas, o ponto mais fraco foram os temas de redação. Na primeira delas, o aluno deveria fazer uma síntese sobre a “humanização no atendimento à saúde”. Já a segunda propunha a composição de uma carta-convite de uma reunião escolar para discutir casos de violência nas dependências de um colégio. De acordo com Savioli, não havia necessidade de obrigar o aluno a realizar dois textos. “Essa é minha única ressalva, não vejo motivo para o aluno fazer duas redações. A proposta da carta é artificial, alheia à realidade do aluno.”

Célio Tasinafo também criticou os temas e considera que a maioria dos estudantes terá visões idênticas em relação às questões debatidas. “Não haverá diversidade de opiniões. Ninguém será a favor do fim dos profissionais de medicina, muito menos defender a violência nos colégios.”

O primeiro dia de provas da segunda fase da Unicamp 2015 registrou abstenção de 11% dos candidatos convocados, de acordo com a Comvest (Comissão Permanente para os Vestibulares). Ao todo, 13.745 realizaram a prova neste domingo. O segundo dia de provas acontece nesta segunda-feira, com testes de matemática, história e geografia. Os exames de física, química e biologia fecham o terceiro e último dia do vestibular na terça-feira.