Clique e assine a partir de 9,90/mês

Justiça determina reintegração de posse de prédio da Unicamp

Edifício da reitoria foi ocupado na quinta-feira por grupo de estudantes

Por Da Redação - 4 out 2013, 17h25

A Justiça atendeu a pedido da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e expediu nesta sexta-feira um mandato de reintegração de posse do prédio da reitoria da instituição. O edifício foi ocupado por um grupo de estudantes na noite desta quinta-feira.

Leia também:

Reinaldo Azevedo: Ao negar a liminar à reitoria da USP, Justiça de SP estimula isso

Justiça nega pedido de reintegração de posse da reitoria da USP

Continua após a publicidade

Em comunicado, a Unicamp afirma que a decisão da Justiça determina “apoio da Polícia Militar” para seu cumprimento. Contudo, a universidade adiantou que espera que se chegue a uma conciliação com os invasores. A reitoria “tomou a iniciativa de constituir nesta sexta-feira uma comissão que de imediato irá negociar com os manifestantes a desocupação pacífica do prédio”, diz o comunicado.

Os estudantes invasores, que ainda permanecem no local, protestam contra a presença da Polícia Militar nas unidades da Unicamp. A autorização para o policiamento dentro da instituição foi dada depois que o estudante de engenharia e controle de automação Denis Papa Casagrande foi assassinado durante uma festa no campus, em 21 de setembro. Nesta sexta-feira, cinco pessoas foram indiciadas pelo crime – entre elas, um casal que teve a prisão temporária decretada na última sexta-feira.

Publicidade