Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Venda de veículos sobe 7,7% em julho

Contudo, na comparação com julho de 2012 houve queda de 4,2% nas vendas

Por Da Redação 2 ago 2013, 13h40

As vendas totais de veículos somaram 498.924 unidades em julho, alta de 7,7% sobre as 463.266 unidades de junho e recuo de 4,20% sobre os 520.813 veículos de julho de 2012, conforme anunciou nesta sexta-feira a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). De janeiro a julho deste ano, os emplacamentos totais de veículos somaram 3,16 milhões de unidades, resultado 0,77% inferior ao de 3,18 milhões de unidades dos primeiros sete meses de 2012. Os números levam em conta motocicletas, implementos rodoviários, máquinas agrícolas e outros veículos emplacados.

Somente as vendas de autos e comerciais leves somaram 323.916 unidades em julho, queda de 7,82% sobre as unidades emplacadas em igual mês de 2012, mas alta de 6,94% sobre total de junho. Nos primeiros sete meses de 2013, foram comercializados 2,03 milhões de autos e comerciais leves, alta de 2,42% sobre o acumulado de janeiro a julho de 2012.

Leia mais:

Fiat prepara IPO da Chrysler para até o final de 2013

Ford e Toyota encerram parceria para veículos híbridos

Já as vendas de caminhões e ônibus atingiram 18.364 unidades em julho deste ano, alta de 16,86% em relação a junho e crescimento de 43,55% sobre julho de 2012. Nos primeiros sete meses de 2013, as vendas desses veículos atingiram 109.530 unidades, um avanço de 12,73% sobre igual período de 2012.

Revisão – A Fenabrave revisou para baixo a previsão de vendas de autos e comerciais leves em 2013. De acordo com a nova estimativa, as vendas devem atingir 3,67 milhões de unidades neste ano, alta de 1% ante o resultado de 2012.

Já as vendas de caminhões e ônibus devem somar 188,1 mil unidades neste ano, um crescimento de 2,3% sobre o ano passado. Neste caso, a revisão da projeção foi para cima, uma vez que a estimativa anterior da Fenabrave apontava um crescimento de 3,5% na mesma base de comparação. Já a previsão para a venda de motos é mais negativa para 2013, com uma estimativa de queda de 8,6% nos negócios, para 1,496 milhão de unidades. A previsão anterior era de queda de 2% nas vendas entre 2012 e 2013.

(com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês