Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Petrobras perdeu R$ 1,346 bilhão no 2º trimestre

Por Da Redação
3 ago 2012, 22h00

Rio de Janeiro, 3 ago (EFE).- A Petrobras registrou no segundo trimestre perdas consolidadas de R$ 1,346 bilhão, o que atribuiu à desvalorização do real frente ao dólar, segundo o balanço divulgado nesta sexta-feira pela companhia.

O resultado contrasta com o lucro de R$ 9,214 bilhão que a companhia obteve no primeiro trimestre do ano e com os R$ 10,940 bilhões que ganhou entre abril e junho de 2011.

Segundo a Petrobras, a desvalorização do real, que no ano foi de 8,53%, ‘afetou de maneira relevante o resultado financeiro’ devido ao endividamento em dólares e aos custos operacionais também na moeda americana que a companhia tem.

A Petrobras também atribuiu as perdas a outros fatores como uma diminuição da produção de petróleo por trabalhos de manutenção de poços e ao fato que os preços dos combustíveis no Brasil estiveram durante a maior parte do trimestre ‘com uma grande defasagem’ frente aos internacionais.

Continua após a publicidade

Em comunicado divulgado depois do fechamento dos mercados, a empresa assinalou, além disso, que a redução dos preços internacionais no final do segundo trimestre gerou perdas nas reservas de suas refinarias no exterior.

A companhia também informou que seu Ebitda (lucro bruto de exploração) no segundo trimestre foi de R$ 10,599 bilhões, o que representa uma queda de 36% frente ao primeiro deste ano.

O resultado trimestral foi pior do que os mercados esperavam, que calculavam que a companhia obteria um lucro líquido de R$ 3,240 bilhões.

Continua após a publicidade

No primeiro semestre a empresa conseguiu um lucro líquido de R$ 7,868 bilhões, 64% menos que os R$ 21,928 bilhões do mesmo período do ano passado.

O Ebitda do primeiro semestre somou R$ 27,120 bilhões, ou seja, 15% menos que o do mesmo período de 2011.

Segundo a Petrobras, sua produção de petróleo e gás no trimestre foi de 2,57 milhões de barris diários, ou seja, uma redução de 4% comparada com a do primeiro trimestre.

Continua após a publicidade

No semestre a produção atingiu 2,62 milhões de barris diários, praticamente igual à do período janeiro-junho do ano passado. EFE

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.