Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

OSX reafirma que obras não serão paralisadas

Em comunicado, a empresa de Eike disse ainda que não tem a intenção de pedir recuperação judicial da subsidiária de construção naval

Por Da Redação
4 jul 2013, 21h25

Em meio ao ‘inferno astral‘ que o empresário Eike Batista e suas empresas enfrentam, a OSX emitiu comunicado ao mercado nesta quinta-feira reafirmando que as obras do estaleiro “não estão e nem serão paralisadas”. A empresa diz, no comunicado, que as obras e as equipes necessárias permanecem trabalhando normalmente na execução da Fase 1 do estaleiro, “que, quando concluída, o capacitará a atuar como um dos principais canteiros offshore do Brasil”.

No mesmo documento, a OSX informou também que não tem a intenção de pedir a recuperação judicial para a subsidiária OSX Construção Naval (OSX CN), a empreendedora do estaleiro. “Trata-se de uma possibilidade legal disponível a qualquer empreendedora. Por parte da OSX, a diretoria da companhia não tem a intenção de utilizar-se de tal proteção legal para esta subsidiária”, disse a empresa do Grupo EBX, no comunicado enviado ao mercado nessa quinta.

Segundo a Bloomberg, Eike foi aconselhado a desativar o estaleiro da OSX e a vender as plataformas de produção para levantar recursos. O estaleiro ainda está em construção, mas sua venda permitiria ao empresário conseguir dinheiro suficiente para pagar alguns credores e repartir o restante entre os acionistas.

Finanças – Sobre as contas, a empresa afirmou ainda que “cumpre esclarecer que a rotina de gestão financeira da companhia inclui o equacionamento de dívidas de curto prazo, cujo cronograma de vencimentos vem sendo quitado ou reescalonado”. Segundo a companhia, seu perfil de endividamento “é compatível com seus projetos e é substancialmente de longo prazo”.

Leia também:

Eike poderá fechar estaleiro da OSX, diz Bloomberg

MMX suspende atividade em Corumbá por seis meses

Fortuna de Eike despenca 29%, para US$ 2,9 bi, em dois dias

A OSX diz também que segue trabalhando “de modo firme e sério” na implementação de seu novo plano de negócios, “exatamente na forma em que foi detalhado ao público no fato relevante de 17 de maio de 2013 e conforme a atualização das encomendas da cliente OGX Petróleo e Gás Participações para unidades de produção da OSX, segundo informado ao público no fato relevante de 1º de julho de 2013”.

Continua após a publicidade

A OGX, petroleira do Grupo EBX, anunciou na segunda que pode suspender as atividades em três poços no ano que vem. No mesmo comunicado, a empresa informou que interromperá a construção, realizada pela OSX, de cinco unidades de produção. Com isso, a OGX terá de desembolsar imediatamente 449 milhões de dólares para a OSX.

Dias ruins – O ‘inferno astral’ de Eike Batista nos negócios começou em junho de 2012, quando a OGX informou que a capacidade de produção de seus poços seria muito menor do que havia sido divulgado a investidores na abertura de capital da companhia. De lá pra cá, todos os projetos de Eike foram colocados em xeque. A situação se agravou na última segunda-feira, quando a OGX Petróleo informou que poderá fechar seu único poço petrolífero ativo.

(com Estadão Conteúdo)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.