Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Mercados em Nova York abrem pregão em baixa

Por Da Redação - 23 maio 2012, 11h24

Por Andréia Lago

Nova York – As bolsas americanas operam em queda nesta quarta-feira, refletindo a preocupação dos investidores com os planos de contingência para uma potencial saída da Grécia da zona do euro. Às 11h18 (horário de Brasília), o índice Dow Jones operava na mínima da sessão, em queda de 0,90%, o S&P500 perdia 0,84% e o Nasdaq caía 0,89%.

As quedas na Bolsa de Nova York são puxadas pelas ações de energia, embora um trio de ações de empresas blue chips de tecnologia tenha sido atingido por lucros fracos anunciados pela fabricante de computadores Dell, cujas ações caem 14% após a companhia informar lucro e receita abaixo do esperado e acenar com um cenário desapontador para o segundo trimestre. A performance da Dell empurra para baixo também as ações da Hewllet-Packard (HP), que recuam 5%, assim como a Intel, em queda de 3,3%, e a Microsoft, que perde 3,5%.

No setor financeiro, as ações do Morgan Stanley caem 1,09%, pressionadas pelo anúncio de que o principal banco a subscrever ações na oferta inicial do Facebook está sendo processado pelo secretário de Massachussetts, William Galvin, por causa de conversas que um analista do banco teve com investidores institucionais antes do IPO.

Publicidade

Na Europa, a forte queda nos mercados acionários reflete os temores crescentes de contágio a partir de uma possível saída da Grécia da zona do euro. Entre as maiores quedas, a Bolsa de Madri recua 2,5% e a Bolsa de Milão cede 3,2%. Em Londres, a bolsa cede 2%, enquanto Paris recua 2,3% e Frankfurt perde 2,03%. As informações são da Dow Jones.

Publicidade